Death Valley National Park – USA

Death Valley

O Death Valley é um parque que pode não agradar a todos. Há quem diga que a paisagem é sempre a mesma e chega a ser cansativa.

Pois bem, tenho que concordar que por muito tempo a paisagem será a mesma ou muito semelhante, mas não posso concordar que seja cansativa.

De Las Vegas iriamos para o Yosemite, e no meio do caminha, havia deserto. Por que não viver essa experiência? Eu nunca havia estado em um deserto, e foi assim que incluímos Death Valley no roteiro.

Leia aqui como foi a nossa passagem por Las Vegas.

É necessário um pouco de disposição e muita vontade de ir para o Death Valleu, afinal é um deserto. Quente, sem banheiro, sem posto de gasolina, pouca civilização e água mesmo só o que você levou.

Death Valley
Death Valley

O Parque Nacional do Death Valley

Cerca de 95% do parque é uma designada área de deserto . É o mais quente e seco dos parques nacionais nos Estados Unidos. Death Valley é o lugar mais quente e seco da América do Norte, devido a sua falta de água e seu baixo relevo.

Death Valley
Death Valley

O Death Valley é um local bom para observar as estrelas, tem um dos mais limpos céus do Estados Unidos. Las Vegas que é considerada uma poluição luminosa, chega ameaçar a visibilidade do parque, porem para se ter melhor visibilidade, os céus mais escuros estão localizado no noroeste do parque.

Death Valley
Death Valley

Infra-estrutura do parque

O centro de visitantes está localizado na área do resort  Furnace Creek  (State Route 190).

Assim como a grande maioria dos parques dos Estados Unidos, o Death Valley tem uma grande variedade de caminhadas. Você pode encontrar espelhadas pelo parque e devidamente sinalizadas (com inforações sobre distância e tempo). Se você estiver de carro e identificar alguma dessas trilhas, é só parar o carro e percorrer (não esqueça da sua garrafa d’água). No próprio centro de informações, você pode ter uma ideia de todas as trilhas e seguir até aquela da sua preferência.

Embora em vários momentos você irá se sentir só naquela imensidão toda, não tenha medo, o parque é bem sinalizado.  Basta seguir as placas e você irá se encontrar e encontrar as principais atrações espalhados no meio do deserto!

Gosta de Parques Naturais ? Veja como foi a nossa passagem pelo Parque Nacional do Grand Canyon e Yosemite.

Existe uma pista que corta todo o parque. Se você quiser se aventurar nas areias do deserto, existem alguns locais específicos que é permitido e esse você só vai conseguir chegar se estiver com um carro adequado, tipo um 4×4. Você pode imaginar que nós com o nosso conversível não conseguimos sentir essa aventura, mas fizemos bastante paradas e caminhamos até certos pontos de boa visibilidade do parque como um todo.

Death Valley
Death Valley

Atrações

Campo de Golfe do Diabo – Achamos bem curioso esse nome, trata-se de um campo (enorme) de rochas de sal que foram formadas pelo vento e pela chuva. Eles dizem que: É tão incrivelmente serrilhada que “só o diabo poderia jogar golfe em tais ligações irregulares.”

Death Valley
Death Valley – Campo de Golfe do Diabo

Caminho do Artista – Fica MUITO claro o por que desse nome, um trecho de 15 Km (único sentido) que realmente te faz acreditar que foi um artista que desenhou. Uma estradinha, com uma silhueta incrível, cheia de curvas voluptuosas. Você irá passear entre as montanhas vulcânicas e sedimentares multi-coloridas. Dizem que ela é especialmente fotogênica na luz do fim da tarde.

Para chegar até esse caminho é necessário sair da estrada principal do parque, tem indicações para a rota e também se colocar no google maps Artists Dr, California, USA ele reconhece!

Death Valley
Death Valley – Artist Drive -By Brocken Inaglory

Salina – Eu não sei se o nome do ponto é essa, mas trata-se de uma grande “passarela” de Sal ( eu só acreditei quando coloquei o dedo no chão e lambi ) rs .. nojento sim, mas foi em um cantinho que o sal estava tão branquinho que parecia limpo rs, eu precisava ver se aquilo era sal mesmo, não estava acreditando!

Death Valley
Death Valley
Death Valley
Death Valley

Como Chegar

Foram 140 Km de Las Vegas até o parque. Boa parte da estrada nós não tínhamos companhia de mais ninguém, só da natureza, e para nós bastou.

Death Valley
Death Valley

Chegando mais próximo do parque já começamos a perceber que tínhamos companhias, os animais. Vez ou outra eles apareciam na estrada para nos dar as boas vindas eu e minha prima morrendo de medo (pra não falar outra coisa) e o marido ali parado para tirar umas fotinhos da raposinha, mas coitada, o que ela podia fazer pra nós dentro do carro não é mesmo?

Ah uma coisa muito importante, eles pedem para em nenhum momento em nenhuma circunstância alimentar os animais.

Death Valley
Death Valley

Hotéis

O Furnace Creek Resort é uma vila com as duas únicas opções de hotéis dentro do parque.

Death Valley Stovepipe Wells é estilo motel, e esse também oferece estacionamento para trailer e um camping.

Existem outras opções de hotéis na beira da estrada próximo ao parque. Esses mencionados acima, são os hotéis que o próprio parque recomenda.

Planejamento

Julho é o mês mais quente, (46 ° C  a 31 ° C),  já em Dezembro é o mês mais frio (18 ° C a 4 ° C).  Consequentemente a melhor época para se visitar o parque é de Outubro a Maio, fugindo do extremo calor! Estivemos por lá em maio, e já estava quente, se não fosse a beleza do lugar não sairíamos do ar condicionado do carro.

É necessário um certo planejamento para esse tipo de passeio. Coisas bem básicas, mas recomendo que leve lanche e snacks no carro, assim como água, muita água. Saia com o tanque cheio sentido ao parque, embora ele seja bem próximo de Las Vegas, lá dentro você irá rodar bastante e se você não for dormir no parque, terá que chegar até sua cidade base. É possível que não exista posto, e se achar um, vai pagar muito caro na gasolina.

Nós não tivemos uma experiência muito bacana com o nosso retorno.

Já no fim do dia, escurecendo, decidimos que estava na hora de seguir viagem ruma a cidade que iriamos dormir, Ridgecrest. Por um erro de falta de atenção (cansaço mais escuridão) perdemos a entrada. Fomos nos dar conta tempo depois, voltamos um bom pedaço que já havíamos andado e enquanto isso o carro bebendo a nossa gasolina, um certo desespero começou a bater, aquele silêncio no carro, do lado de fora não se via nada, alem da iluminação do céu e uma leve tempestade de areia que chegou para nos deixar com ainda mais medo. No final tudo deu certo, mas claro passamos bastante medo naquele dia.

Death Valley

Death Valley

A viagem ainda nem tinha chego na metade e eu já estava encantada com tudo o que estávamos vivendo!

Deixe uma resposta