Conhecendo Londres disfarçada de local – Com mapa por onde passar pela cidade ;)

Londres

Essa era a minha segunda vez em Londres. Acompanhada do meu marido que já morou na cidade da rainha, nos disfarçamos de locais para matar a saudades daquela terra cinza e entre um monumento e outro a gente se embrenhou nos bairros londrinos.

Começamos o dia pelo Soho. A ideia era conhecer o The Breakfast Club, mas quem iria perder 45 minutos na fila enquanto os ponteiros do Big Ben trabalhavam a topo vapor?

Com tantas opções em um dos bairros mais cool da cidade, partimos para o plano B, o Bukowski.

Digno de um almoço em plena 9:00 da manhã. Matei o que me matava, a vontade de comer waffle com syrup. Quentinhas e com a manteiga derretendo, derramei o sryrup e fui feliz por não estar na fila do vizinho e sim me deliciando com aquele banquete.

Londres
Bukowski – Londres

Pelo visto a especialidade da casa são os ovos, o marido garantiu o almoço E a janta, pediu: abacate e ovos com molho de tomate apimentado.

Londres
Bukowski – Londres

O destino era certo: Harrods, mas para chegar lá nada de Google maps indicando a melhor rota. Aqui quem dita as regras somos nós, o caminho seria pelos bairros da cidade, queria me sentir parte daquilo tudo.

Carnaby Street não nos deixou esquecer onde estávamos. A rua tem lojas malucas, decorações exóticas, lojas que na verdade são a cara de Londres. Dedique um tempo para andar e apreciar cada uma das vitrines, por mais malucas que algumas sejam, não deixa de ser arte e curioso.

Leia também: Outra rota por Londres – na contramão do ritmo frenético

Sem filhos, mas cheia de sobrinhos e afilhados, nossa próxima parada deveria ser uma loja de brinquedos, a Hamleys. Acredite em mim, não estou falando de qualquer loja de brinquedos. A Hamleys tem três andares e parece uma loja de filme, com atendentes interagindo com crianças, brinquedos que você nunca viu na vida, ursos que qualquer menina/mulher pira ao olhar para aquela coleção.

Se você não tem criança na família, entre e deixe o seu espírito infantil aflorar por alguns minutos. Você não vai se arrepender.

Uma vez na Regent Street, caminhe até a esquina da Piccadily Circus, aqui um pouco turista um pouco local é hora de fazer aquela fotinho clichê da cidade. 😉

Londres
Piccadily Circus – Londres

As lojas faziam parte do nosso roteiro. Não eram os melhores destinos para o bolso, mas para os olhos, com certeza. A maioria das lojas da cidade são completamente diferente do que estamos acostumados. Se o lado estranho e criança já haviam sido explorados, agora era hora de explorar o lado exótico.

Uma loja de chá, a Fortnum & Mason. Não estou falando de qualquer loja, um andar inteiro dedicado para a bebida e alguns biscoitinhos não é pouca coisa. Sua latas coloridas dão vida para a loja e sugerem uma boa lembrança da cidade para a mãe, sogra ou avó. Os sabores incomuns aguçam o paladar e a vontade é de colocar um de cada sabor na cestinha.

Londres
Fortnum & Mason – Londres

Aqui é uma das melhores opções para se tomar o Afertoon tea, o famoso chá da tarde que na verdade você pode escolher o melhor horário para você. Se não gosta de muita frescura, suba para o segundo andar e busque pela cafeteria e sorveteria mais fofa da loja, se busca o glamour inglês, fique no térreo mesmo.

Londres
Fortnum & Mason – Londres

Leia também: Liverpool

Não tem nada mais londrino que uma loja de chá, a essa altura o disfarce de local já fazia parte de mim. Seguimos então para aquele que é um dos bairros mais nobres da cidade, e que te faz esquecer que está no centro de Londres, Mayfar.

E foi por aqui que meu disfarce se acabou, quando me dei conta que quem morava ali andavam de salto, casaco de pele, jóias, maquiagem e cabelo feito por um profissional provavelmente assim que eles abriram os olhos.

Eu, de tênis com o cabelo todo zuado com aquele chove não chove londrino e maquiagem só pra esconder os defeitinhos, eu caí na real! Aquela não era minha realidade.

Me serviu para admirar as casas e partir para o próximo destino: Harrods.

Londres
Harrods – Londres

Mais uma loja, dessa vez era uma de departamento.

Entramos direto pelo andar de comidas e bebidas. Parede e teto decorados, uma peixaria que nem o cheiro de peixe incomoda, o avental do açougueiro mais branco que toalha de mesa de restaurante. Será que a rainha faz compras ali? Que lugar limpo, cheiroso, bonito, decorado e turistico.

Londres
Harrods – Londres

Ao centro, ilhas que vendem comidas prontas. Os atendentes uniformizados me confundiram a cabeça de qual século nós estávamos. Me senti na Disney, dentro de uma cena de algum musical!

Londres
Harrods – Londres

Rodei um pouco mais da loja, sobe e desce alguns andares. Mas o intuito era só conhecer e poupei minhas libras.

Próxima parada: metrô, afinal de contas é assim que os locais se locomovem na cidade não é mesmo?

Siga para estação: St Paul’s.

Londres
St Paul’s – Londres

Leia também: Manchester

Hora de entrar na Catedral de Londres. A St Paul’s é belíssima e foi o local escolhido pela princesa Diana para realizar o seu casamento com o príncipe Charles. Confesso que eu perdi o fôlego quando entrei. Para a minha sorte, enquanto eu passeava pela sua parte interna escutava o órgão com toda a sua potência. Foi arrepiante, decidi que iria sentar para não só ouvir, mas sentir aquele momento.

Enquanto o som ecoava aos meus ouvidos, eu olhava para o teto, para o altar e admirava aquele local que infelizmente não é permitido tirar foto.

Atravessamos a Millennium Bridge que tem uma bonita vista para o Tate Modern, o museu de arte moderna. Se você gosta desse tipo de arte, talvez esse local seja uma atração e tanto, se você não é fã, siga viagem.

Londres
Tate Modern – Londres

Foi o que eu fiz.

Próxima parada: Borough Market, você sabe que sou fã dos mercados, mas a minha sorte não estava tão grande e peguei ele fechado. Mas fica a dica desse que é mais local do que turístico. 😉

Londres
Borough Market –
Londres

A nossa última parada no quesito turismo foi ela, ninguém mais ninguém menos: Tower Bridge.

Cruzamos a ponte, não sem antes tirar muitas fotos de todos os ângulos. Pegamos o metrô e voltamos para o Soho, onde iríamos terminar a noite.  

Se o seu gosto musical bate mais forte pelo Blues, talvez essa seja a sua próxima parada: Ain’t Nothin But – Blues Bar. Um bar para quem curte música e não para quem quer conversar, muito provável que você fique em pé, a não ser que chegue antes da 19:00. Pegue sua cerveja e curta o som.

Leia também: Dublin

A fome apertou o café da manhã a essa altura não segurava mais e partimos para a nossa última parada do dia: Honests Burguer. Nós optamos pela unidade do Soho, já que era próximo ao bar, mas existem algumas outras opções espalhadas pela cidade.

Londres
Honests Burguer –
Londres

Classificado por alguns sites e pelo voto popular dos locais, a hamburgueria é conhecida como a melhor da cidade. Juro que a fome era grande, mas o sabor era incrível!

O dia acabou e a missão foi comprida: Eu vivi um dia de local e consegui conhecer um outro lado de Londres!

5 comments

  1. Eis uma cidade que està na minha lista e que eu pretendo em breve visità-la!
    Adorei teu roteiro! Você fez muita coisa!!!! Tudo isso em um dia?????
    Uau!
    Eu entraria fàcil fàcil na Fortnum & Mason e no Borough Market (pena que estava fechado). Aliàs, adorei as dicas!
    Mas eu passaria reto nas lojas de deptos.
    rsrsrsrs
    beijinhos

    1. Ju, Londres merece mesmo uma visita! Você iria adorar, mas recomendo que fique muitos dias, a cidade está recheada de museus inclusive o de História Natural que é fantástico e seu pequeno iria curtir bastante. =D

      Esse roteiro fizemos sim em um dia, mas foi bem cansativo! Eu recomendo que entre sim nas lojas de deptos, principalmente Harrods, ela é uma das atrações da cidade e acho que vale a pena entrar e conhecer, é bem diferente. 😉

      1. O Léo iria pirar no museus de História Natural! E eu em todos os outros!
        hahahahaha
        Estamos sempre adiando Londres justamente porque queremos ficar bastante tempo! Pelo menos 1 mês pela Inglaterra. Mas uma moeda forte x uma moeda fraca sempre dà desanimo!
        🙁

Deixe uma resposta