Morar na Costa Rica e viver uma Pura Vida

A nosso post da série #Partiu de hoje, talvez seja um lugar que poucos já se imaginaram morando, justamente por isso o PCP convidou o Everton para contar a sua história e como está sendo a sua vida na Costa Rica.

Acho que o grande desafio daqueles que vão embora do seu país de origem é inicialmente desconstruir para em seguida construir a tão desejada vida nova! Mas o Pirulão (como é carinhosamente chamado pelos seus amigos brasileiros) enxergou as oportunidades e rapidamente desconstruiu, construiu e ainda está construindo sua história nesse país que conhecemos tão pouco.

Ele nos deu um depoimento tão completo, que no final até dica de turismo rolou =D

Por: Everton Ehrhardt

PCP - Costa Rica

Olá a todos, sou Everton Ehrhardt. Queria compartilhar minha experiência com vocês.

Estou morando em San José-Costa Rica há 2 anos e posso garantir que está sendo uma experiência incrível. Sempre quis viver e trabalhar fora do Brasil. Apesar de já tê-lo feito antes, nunca havia sido mais de 3 meses. No fim, sempre havia a sensação de que voltaria para casa.

Talvez eu seja uma pessoa suspeita para falar sobre o tema, porque nunca fui muito apegado à casa, já “vivi” em muitos lugares e, por consequência, tenho facilidade de me adaptar.

Costa Rica nunca esteve nos planos, tinha ouvido algo apenas por futebol, quando enfrentou o Brasil na Copa do Mundo de 2002.

Ela surgiu para mim através do trabalho, em 2012, quando comunicaram a abertura de um escritório central aqui. O processo de transferência não era temporária como expatriado, mas sim definitivo como local. Apesar de parecer longo, nunca me assustou. O que sim, sempre me havia preocupado em viver em outro país era o fato de ter algo sólido que me mantivesse financeiramente e, com a empresa, isso estava coberto. A partir de Julho 2012, minha concentração se voltou a isso, foram 2 anos de ansiedade, dizendo “adeus” pouco a pouco ao Brasil, até finalmente chegar a mudança definitiva. Diferente de ocasiões anteriores, agora não seria fazer as malas somente com roupas, dessa vez incluía muito mais que isso. Quando cheguei não era somente ir comprar comida, mas sim comprar mais móveis, eletrodomésticos, cortinas, louça, realmente foi montar uma casa, começar uma nova vida.

A Costa Rica é um país lindo! Preserva sua natureza bruta, em geral tratando de explorar ao mínimo necessário para adaptar-se à estrutura moderna que encontramos em diversos cidades do restante da América Latina. As pessoas são muito receptivas, educadas e sempre estão dispostos a satisfazer suas vontades, o famoso “con gusto”. Existe uma atitude serviçal bastante inserida na cultura local, de forma alguma digo isso de maneira pejorativa. De fato, isso faz com que a experiência aqui seja uma delícia. O povo local se auto-denomina “Ticos” e o lema mais oficial é o “Pura Vida”, usado em várias situações, sempre com um bom sentido (é usado como “tudo bem, beleza, com certeza…”.

PCP - Costa Rica

Diferente das praias que muitos conhecemos, aqui dificilmente se encontra comércio nas praias. Elas costumam ser pouco exploradas, sem hotéis ou restaurantes na areia. Há muitas árvores, deixando sombras naturais e um ambiente mais fresco e agradável. Dependendo da região, é possível encontrar Araras, Macacos de cara branca, Guaxinim, Iguanas (região do Pacífico) e, até mesmo, Bicho-Preguiça (região do Caribe).

PCP Costa Rica

Agora, para quem está acostumado com a cidade, com a vida de São Paulo, aqui não segue o mesmo estilo. Muitos dizem que o país é estruturalmente atrasado, principalmente no aspecto viário.

No centro de San José pode-se encontrar uma cidade, muitas ruas, calçadas, sinalizações, placas, ruas com nomes e mão única. Ao se distanciar e seguir em direção aos bairros, é visualmente claro o contraste. O cenário muda completamente, as ruas deixam de ter nomes, calçadas já não existem e as pessoas caminham nas borda da rua, quase todas as vias são mão-dupla, o trânsito se torna mais complicado.

As estradas talvez seja onde pecam mais, todas são mão-dupla, apenas uma faixa em cada direção e em geral com muitas curvas. Uma viagem de 234 Km, dura em torno de 4h30 e, se é feriado ou período de férias, parece uma viagem ao litoral norte de SP, tráfico intenso, mais de 6h. Há embargos aos planos de ampliação das estradas, porque exploraria demais a vegetação. É um tema super crítico, natureza vs necessidade humana.

Outro aspecto característicos daqui são os vulcões e os tremores de terra. Em volta da área central do país, existem 3 famosos, Poás, Irazu e Turrialba, sendo este último super ativo, quase que a cada 2 semanas tem atividade (não chega a soltar lava, mas enche o céu de fumaça e carros/casas de cinzas). Honestamente, visitei apenas os 2 primeiros, adorei, ver a cratera de um vulcão foi uma experiência única e menos aterrorizante que pensava.

PCP Costa Rica

Os tremores de terra são muito frequentes, mas quase nunca perceptivos. Nesses 2 anos aqui, pude sentir apenas 3, sendo que um deles me despertou com um susto grande, devido ao barulho dos móveis. Há muitas normas de comportamento para este tipo de evento, principalmente as leis de construções.

Apesar de ter um estrutura um tanto quando atrasada, o custo de vida na Costa Rica é bem alto. Não só os Ticos reclamam, mas também todos os estrangeiros. Fazer mercado, hotéis, bebida, restaurantes, em geral é mais caro até mesmo que São Paulo. Versus a expectativa, isso me pegou de surpresa e tive que mudar um pouco o estilo de vida que levava no Brasil. Posso dizer que foi o maior desapontamento que tive.

Obviamente há um contra-peso. O aspecto segurança é indiscutível, em nenhum memento tive a sensação de medo de assalto, roubo, sequestro ou violência. Isso vale muito mais que qualquer coisa. É um país com uma economia estável, com muito emprego e baixa variação em relação dólar. Esses são os principais motivos para tal cenário.

PCP Costa Rica

O Sol nasce cerca das 5h da manhã, as pessoas são muito ativas e muito tem o hobby de correr e a essa hora antes mesmo do Sol, já é possível ver pessoas correndo nas ruas, parques, condomínios, etc. Acho que isso se dá pelo fato de vida noturna ser bem tranquila. Os lugares fecham cedo (22h) e quase não existe estabelecimentos 24h.

A alimentação é muito saudável, de fato, o prato principal dos Ticos é o “Casado”, constituído de arroz, feijão, saladinha e uma proteína (famoso PF brasileiro). Se come muita fruta, principalmente banana e abacaxi. Para o jantar, basicamente o mesmo. Já o café-da-manhã foi um choque para mim, se come o “Gallo Pinto”, que é arroz e feijão secos do dia anterior, misturados na panela com uma salsa local “Lizano”, coentro acompanhados de ovos mexidos e banana frita “plátano maduro”. No primeiro memento, isso me pareceu absurdo, “como seria possível comer isso como primeira refeição do dia? Que pesado”! Agora é meu café-da-manhã de segunda a sexta praticamente. Devo, confessar que é muito saudável. Essa dieta combinada com exercícios e menos álcool, me ajudou a baixar 20 kg.

PCP Costa Rica

Uma coisa que inicialmente não me agradou, é a velocidade com que as coisas são feitas. Apesar de começarem o dia cedo e serem esportivos, o sistema Tico em geral é muito lento. Os garçons demoram em atender, as pessoas dirigem, caminham e trabalham devagar, são muito acomodadas. Por vir de SP, a velocidade era parte do cotidiano, comer rápido, dirigir rápido para chegar e não pegar fila, etc.

Com o tempo, percebi que tem seus aspectos muito positivos. Diminuir a velocidade, diminui o estresse e ansiedade, ter mais paciência, preparar-se melhor, com mais tempo. Isso me levou a dormir melhor, me deu mais energia e em consequência me sinto uma pessoa muito mais ativa. Acordando cedo, deixando de dormir na madrugada e bebendo menos.

O último ponto era comparar as praias, para tirar as dúvidas e deixar claras as expectativas de muitos.

O que se espera da Costa Rica são praias super fantásticas, estilo Caribe azul, como Aruba, Venezuela ou Cuba. Infelizmente não são as praias que esperava, água transparente que se pode ver até 5m de profundidade. Mas não posso reclamar. As praias são extremamente limpas, águas claras, temperatura amena, vários tipos de areia, pouco acessadas. Ainda assim, recomendaria mais as praias do Nordeste do Brasil.

PCP Costa Rica

O que alguém deve esperar ao vir visitar a Costa Rica é encontrar natureza pura, pouco explorada, trilhas, vulcões, rafting, tirolezas, escaladas, etc.

Em resumo, estou muito feliz com a vida aqui. Apesar de ainda ter oportunidades, a Costa Rica é um excelente lugar para passear e viver. Convido a todos para que busquem informações e se possível venham a conhecer a Pura Vida dos Ticos.

PCP Costa Rica

Lugares altamente recomendados por mim, dêem uma olhada:

  1. Rio Celeste
  2. Volcán Poás
  3. Volcán Arenal
  4. Parque Nacional Manuel Antonio
  5. La Fortuna
  6. Limón (Caribe)
  7. Malpais y Santa Teresa
  8. Tortuguero
  9. Playa Ostional

 

Obrigado pela oportunidade de compartilhar.

Pirulão, nós do PCP que agradecemos o seu depoimento =D

PCP Costa Rica

 

 

 

8 comments

  1. Oi, adorei seu post! Estou querendo sair do Brasil e escolhi a Costa Rica. Agora estou pesquisando pra saber como as coisas são por aí.
    Por enquanto é só uma intenção, mas cheia de expectativa!
    Queria perguntar sobre o custo de vida. Como você considera ter reduzido seu padrão? Em termos de moradia, gastos com o básico, do que você precisou abrir mão, financeiramente falando?
    Um abraço!

    1. Dani, que bom que você curtiu o post =D Abaixo segue a resposta do Ewerton que foi quem escreveu o post –

      Olá Dani,
      Obrigado, gostei que tenha gerado interesse.
      Em relação ao padrão, minha intenção foi comparar o estilo de vida. Em SP eu costumava comer sempre fora, era raro cozinhar. Adorava Happy Hours com os amigos, todas as sextas íamos a um bar/restaurante e comíamos e bebíamos bem. Era um padrão que se podia manter.
      Aqui na Costa Rica, comer fora é algo caro. Talvez a melhor a comparação que eu posso fazer é em relação ao Outback: considerando o ano que vim 2014 com o dolar a 2.42. No Brasil eu pedia um prato e tomava 3 ou 4 cervejas e gastava 80-90 reais (37 dólares) , aqui na Costa Rica eu gastaria 50 dólares.
      Comer fora várias vezes por semana é um luxo que tive que deixar.

      Em relação aos gastos com o básico, se parece a SP.

      Se quiser mais detalhes de coisas específicas, posso te ajudar.

      Um abraço

  2. Gostei muito do post. Estou pensando em conhecer a Costa Rica em Outubro/17 e quem sabe, se gostar, me mudar pra lá no futuro. Como pretendo ficar uns 30 dias, estou propenso a alugar um apto. do Airbnb, para baratear a estadia. Pensando nisso, voce pode me dizer quais os bairros que voce recomendaria? Gostaria de ficar perto de comercio de um modo geral e da praia.
    Um grande abraço.

    1. Olá Marcos,

      Não existe uma zona tão centralizada. Depende o que busca, recomendaria regiões diferentes.
      Hoje em dia, muita gente tem buscado a refilão de Santa Ana e Escazu, são as regiões mais novas e desenvolvidas.
      Região de comércio e praia não estão no mesmo lugar.
      Para morar, posso indicar as seguintes regiões e assim você poderia revisar o que faz mais sentido com seus objetivos:
      Belen-Heredia
      Paseo Colon
      Santa Ana
      Escazu

Deixe uma resposta