Como montar o seu roteiro de viagem

Tem dúvidas de como montar um roteiro de viagem? Eu expliquei passo a passo de como eu elaboro o meu e planejo toda a minha viagem. Com indicação das melhores ferramentas para a sua montagem.

Se tem algo que parece fácil mas não é, é montar um roteiro de viagem. Uns gostam outros odeiam, eu particularmente adoro! Sinto que a viagem começou neste exato momento.

Após o blog eu fiquei muito mais criteriosa com os meus roteiros, vou além do básico e descubro os segredos da cidade. Vivo por completo um destino, experienciando tudo que está ao meu alcance.

O post está dividido por etapas e ao longo dos textos inclui dicas e ferramentas que eu uso para o montar o meu roteiro de viagem.

Escolhendo o destino

Se você é como eu, sua lista deve ter 400 destinos e seria fácil passar o ano inteiro viajando, até dois, três, quatro anos…

Mas então, como eu escolho um deles? Uso duas táticas para isso.

Tem dúvidas de como montar um roteiro de viagem? Eu expliquei passo a passo de como eu elaboro o meu e planejo toda a minha viagem. Com indicação das melhores ferramentas para a sua montagem.1. As 4 estações

Quando eu tenho uma data certa para viajar, sem muita flexibilidade, eu começo uma vasta busca dos melhores destinos para se conhecer na estação do ano em que a viagem vai acontecer.

Certos destinos ficam muito mais interessante quando visitado na estação certa. Mas qual é a estação certa?

Nem sempre um destino na costa é ideal ser visitado no verão. Eu mesma conheci toda a Costa Azul da França na primavera, achei que foi uma boa escolha fugir da loucura do verão. Mas, se você está em busca de praia e mar, não tem como fugir, a melhor estação é o verão.

Então perceba que não existe uma regra.

Gosto também de enfatizar que o mesmo destino pode se transformar em destinos completamente diferentes dependendo da estação do ano. Se você não gosta de neve, não sabe ir para Suíça no inverno. Pense: o que te agrada mais?

Ano passado tinha uma viagem agendada para novembro, no meio da minha pesquisa me deparei com a região do Douro em Portugal, percebi que iria encontrar paisagens deslumbrantes. As videiras secas iriam transformar as estradas, exatamente do jeito que eu gosto. Não pensei duas vezes e comecei a traçar minha viagem a partir dessa premissa.

Tem dúvidas de como montar um roteiro de viagem? Eu expliquei passo a passo de como eu elaboro o meu e planejo toda a minha viagem. Com indicação das melhores ferramentas para a sua montagem.
Douro

Sou tão apaixonada pela ideia de conhecer os destinos nas suas melhores estações que recentemente comecei a me dedicar a montar pastas no Pinterest com inspirações de destinos x estações do ano. Confira e siga as minhas pastas para se inspirar também: verão, outono, primavera e inverno.

2.Promoção

Montar um roteiro de viagem com base na promoção que pingou no final de semana é uma boa tática para você começar a viagem gastando menos. 😉

As promoções existem sim, embora muitos achem que tudo não passa de jogada de marketing.

Eu preciso ser bem franca contigo: as promoções dificilmente vão surgir no dia 31 de Dezembro para o Rio de Janeiro ou no Carnaval para Salvador! Não ache também que vai conseguir uma super desconto em passagens saindo na sexta e retornando no domingo.

Abra a mente e seja flexível!

Iniciar uma viagem no meio da semana e fugir da alta temporada e feriados vai te ajudar bastante a encontrar aquele promoção bacana.

Ainda que você seja uma pessoa extremamente flexível as promoções não vão cair no seu colo, além de disponibilidade você precisa ser pró-ativo e rápido.

Eu sou a maluca da Ryanair (companhia low-cost da Europa) e por isso já embarquei para Sófia, Londres e Dublin por menos de 50 euros (via Barcelona).

Sigo muitos perfis relacionados a viagem no Facebook, configurei para essas páginas aparecerem por primeiro na timeline. Ao abrir o Facebook já estou por dentro de todas as promoções do dia. 😉

Tem dúvidas de como montar um roteiro de viagem? Eu expliquei passo a passo de como eu elaboro o meu e planejo toda a minha viagem. Com indicação das melhores ferramentas para a sua montagem.

Sim, eu respiro viagem!

Além das companhias aéreas, acompanho alguns perfis que me mostram promoções de hospedagem ou pacotes (hotel + voo). Para a Europa eu acompanho: Viajares Piratas e Happy Low CostConfigure para o seu país e receba todas as promoções.

Ainda que você não more na Europa, mas está montando o seu roteiro de viagem, vale a pena começar a curtir e acompanhar essas páginas. Por quê não?

Mas, se você mora no Brasil perfis como: Melhores Destinos, Passagens Imperdíveis, Skyscanner e Decolar devem estar no seu radar.

Montando o roteiro

Destino escolhido, hora de colocar a mão na massa.

Começo abrindo minhas pastas para não perder nadinha. Abro uma pasta nos meus favoritos, no PinterestBooking e também no Google Drive.

Faço várias pesquisas sem muito filtro. Começo a entender a região, o que tem para ver, quais são os tipos de atrações por aí vai…

Tem dúvidas de como montar um roteiro de viagem? Eu expliquei passo a passo de como eu elaboro o meu e planejo toda a minha viagem. Com indicação das melhores ferramentas para a sua montagem.

Tem dúvidas de como montar um roteiro de viagem? Eu expliquei passo a passo de como eu elaboro o meu e planejo toda a minha viagem. Com indicação das melhores ferramentas para a sua montagem.

Pinterest: Descobri a pouco tempo que o Pinterest pode ser uma fonte de pesquisa de conteúdo. Pensava que era apenas uma ferramenta de fotos e de inspirações. Me surpreendi quando entendi a ferramenta. Compreendi que lá era um outro google, sim o Pinterest é uma ferramenta de busca. Então além de imagens bonitinhas o Pinterest oferece um botão: leia. Clique e divirta-se! =D

Possivelmente você vai se perder nesse momento, então você pode abrir uma pasta para a sua viagem e ir salvando os pins para em um segundo momento começar a ler todo o material.

Confira aqui a perfil do Passaporte com Pimenta no Pinterest.

Blogs: Eu leio muitos blogs para montar o meu roteiro de viagem. Faço buscas em blogs de língua portuguesa (vale Brasil e Portugal). Busco sites gringos e sempre tento fazer algumas pesquisas em blogs na língua do país que vou viajar.

Acredito que é uma boa forma de ter visões diferentes do mesmo destino. Culturas diferentes nos abrem a mente e passamos a olhar um pequeno vilarejo como uma grande metrópole, cheia de oportunidades.

Se você não fala a língua, o Google Tradutor está aí para te ajudar, a ferramenta traduz até em Latim. 😉

Tem dúvidas de como montar um roteiro de viagem? Eu expliquei passo a passo de como eu elaboro o meu e planejo toda a minha viagem. Com indicação das melhores ferramentas para a sua montagem.Instagram: Sim, eu uso o Instagram para montar um roteiro de viagem! Além de acompanhar inúmeras perfis de viagem e salvar todas as dicas que pingam na minha timeline (seja da próxima viagem ou não), eu utilizo a ferramenta de buscas pela # ou pela localização.

Siga o nosso perfil e receba dicas de viagens todos os dias – Instagram

Foi em uma dessas buscas que ao digitar #Sintra eu descobri a Quinta da Regaleira. Um parque que fica dentro da cidade de Sintra, que eu não tinha lido n-a-d-a a respeito e fui descobrir nas buscas do Instagram.

Leia: Sintra, além do Palácio da Pena

Montando a planilha

Há uns dois anos atrás eu encontrei a planilha de viagens do: Um Viajante. Fui adaptando e cheguei na minha planilha: Planilha – Passaporte com Pimenta. A parte mais importante do como montar um roteiro de viagem. É aqui que vamos adicionar todas as informações que estão espalhadas no computador.

Minha planilha tem 6 abas e ela tem um modelo que já está salva no meu drive: Planilha de Viagem – Destino. Faço uma cópia desse modelo, adiciono o nome do destino, e começo a brincadeira. Adoro planilhas, adoro montar roteiro. =D

O preenchimento da planilha ocorre de maneira conjunta, não existe uma regra por onde começar.

Cronograma Geral da Viagem

Primeira aba: eu preciso ter uma visão geral do que vai acontecer. Já começo incluindo as datas e os dias da semana.

É muito prático ter os dias da semana em mãos. Quando estiver planejando o roteiro dia a dia vai se deparar com os dias em que os estabelecimentos estão fechados (principalmente restaurantes e museus), dessa maneira evitamos surpresas. Viu que aquele museu está fechado na segunda, confere se não é nesse dia que você estará na cidade, se for está em tempo de remanejar o cronograma.

Horário de origem, cidade de origem, horário de chegada e destino, são colunas importantes no seu planejamento, principalmente se a sua viagem envolve trem e muitos voos. Caso seja uma viagem 100% de carro as colunas dos horários podem ser excluídas.

Se for uma road trip, considere as colunas de paradas, isso é muito comum nas viagens de carro e podem te ajudar a ter uma visão geral do roteiro de cada dia. Além do que podemos incluir os campos de quilometragem e rapidamente você pode identificar se será ou não um dia cansativo.

Tem dúvidas de como montar um roteiro de viagem? Eu expliquei passo a passo de como eu elaboro o meu e planejo toda a minha viagem. Com indicação das melhores ferramentas para a sua montagem.

Transporte

Transporte pode ser um custo alto no seu roteiro de viagem, então nada melhor do que ter todos os custos em mãos e também todos os vouchers.

Nesta aba eu gosto de detalhar por trecho, se for uma viagem de carro eu consigo ter noção da quilometragem (sim novamente), e consigo ter uma ideia de valores de pedágios e também calcular o valor da gasolina (uma média). Alguns destinos eu ainda consigo calcular o valor do estacionamento.

Para calcular valores como pedágios e gasolina eu uso o Via Michelin (valido para Estados Unidos e Europa). Ao inserir a origem, destino e algumas informações do carro e ele te mostra os custos.

Para calcular o valor de estacionamento muitas vezes encontro sites que passam a informação aproximadamente.

No caso de trem, ônibus e avião fica fácil checar os valores nos sites das empresas e já inserir o valor na planilha junto com o link do site para facilitar uma consulta futura.

É importante que você crie colunas distintas para: valor pago, valor a pagar e total. Assim você não perde o controle do custo total da viagem e consegue controlar muito bem o que já pagou e o que tem que pagar ainda.

Tem dúvidas de como montar um roteiro de viagem? Eu expliquei passo a passo de como eu elaboro o meu e planejo toda a minha viagem. Com indicação das melhores ferramentas para a sua montagem.

Hospedagem

Na mesma linha do transporte, hospedagem pode ser um custo bem considerável, é importante que a gente tenha todas as informações organizadas.

Após escolher muito (só eu sou chata com hotel?) e fechar eu já insiro na planilha as informações como: cidade, check-in, check-out, número de diárias, status, valor e informações.

O valor vamos seguir a mesma lógica que o transporte: valor a pagar, valor pago e total. Muitos hotéis cobram um valor antecipado para segurar a reserva e na hora do check-out você paga o restante. Esse controle pode ser complicado e você pode se perder, por isso a planilha ajuda muito com o valor pago e valor a pagar.

No status eu gosto de incluir até que dia eu posso cancelar sem custo. 

No campo informação eu adiciono o link da minha reserva. Gosto de centralizar a informação.

Você sabia que o blog Passaporte com Pimenta tem uma parceria com o Booking? Clique neste link para fazer a sua reserva e nos ajude sem pagar nada a mais por isso.

Tem dúvidas de como montar um roteiro de viagem? Eu expliquei passo a passo de como eu elaboro o meu e planejo toda a minha viagem. Com indicação das melhores ferramentas para a sua montagem.

Lazer – Atrações

Os tipos de viagens podem variar muito, umas pedem mais investimento em atrações e outras menos. Mas quase sempre surge uma coisinha aqui, outra coisinha ali. Eu já me surpreendi muito quando ao voltar para casa, coloquei todos os custos na ponta do lápis e descobri que gastei mais do que devia.

A igreja que custa €3 em uma vila, vai te custar €10 em Toledo e pode custar até €30 em Barcelona, ou seja não custa nada contabilizar essas atrações, não é mesmo?

Conforme eu vou montando o roteiro diário eu vou entrando no site de cada uma das atrações, assim já adiciono na planilha valor e o link do site.

Faço isso até para as atrações que eu não tenho certeza se vou. Na hora da decisão final fica mais fácil.

Em um segundo momento eu dedico um dia só para fechar os tickets. Sempre falo nos meus posts: da importância de comprar tudo o que for possível online. Você só tem vantagem com isso: evita filas, agenda o horário da visita (as vezes) e geralmente tem desconto. 😉

Importante também ficar de olho se não existe combos para várias atrações da cidade, pode valer a pena. Outra opção interessante são os day cards (não esqueça de colocar na ponta do lápis se vale a pena).

Uma vez que você já comprou os tickets online, lembre-se de alterar os valores para a coluna: valor pago.

Tem dúvidas de como montar um roteiro de viagem? Eu expliquei passo a passo de como eu elaboro o meu e planejo toda a minha viagem. Com indicação das melhores ferramentas para a sua montagem.

Detalhes do Roteiro

A minha última aba é para o roteiro dia a dia. Uma coluna para cada dia da viagem e linhas separadas por hora.

Já aviso, eu não sou maluca e nem bitolada com essa parte da planilha ao longo da viagem. Não posso deixar de viver algo porque na minha planilha diz que daqui a 10 min eu devo estar na próxima atração. Monto toda a programação afim de me organizar. Conforme eu vou planejando e reservando os tempos para cada atração eu consigo compreender melhor quanto tempo eu tenho no meu dia.

Se é um dia que vou andar pelo centro histórico de uma cidade, eu reservo toda o período da manhã e lá eu adiciono o nome de todos os pontos que eu devo visitar.

Se vou visitar a Sagrada Família, reservo duas horas do meu dia para isso. Exagerar ajuda sempre ter uma gordurinha no roteiro.

Gosto muito de brincar com os comentários dentro da planilha. Se eu reservei x tempo para o almoço, mas ainda não sei ao certo qual é o restaurante, abro um comentário e jogo o link das minhas opções, em algum momento eu vou precisar desses links.

Tem dúvidas de como montar um roteiro de viagem? Eu expliquei passo a passo de como eu elaboro o meu e planejo toda a minha viagem. Com indicação das melhores ferramentas para a sua montagem.

My Maps

Para montar um roteiro de viagem dia a dia eu adoro brincar com mais uma ferramenta do Google: My Maps.

Cada uma das atrações e pontos turísticos que eu encontro sobre uma determinada cidade eu adiciono no mapa. Uma maneira fácil de compreender a geografia de uma cidade e visualizar qual é a melhor rota.

Só não se esqueça que nem sempre a cidade é uma linha reta. =D

Quando eu montei o roteiro da cidade do Porto nem me atentei a esse detalhe e fui planejando, atração por atração. Chegando lá tive que usar um plano B, foi inviável seguir com o meu roteiro, montei um roteiro montanha-russa.

No Google Maps conforme você traça a sua rota (a pé) ele te mostra as subidas e descidas do trajeto. Sendo assim, tenho utilizado as duas ferramentas.

A diferença de uma para outra é que no My Maps eu consigo salvar todo o meu roteiro, incluir mais pontos e criar pastas de rotas. Salvo o roteiro dia a dia dentro do My Maps (e salvo ele offline).  

Outra coisa que eu gosto de ir jogando dentro do My Maps são os restaurantes que eu encontro na internet. Então por exemplo: estou planejando a minha viagem para Lisboa, lendo muitas coisas sobre o destino, encontrei uma dica, jogo dentro do mapa.

Salvo o pin e sempre adiciono uma descrição sobre o que é aquele lugar e porque tal pessoa indicou (ou você pode salvar direto o link do blog que recomendou o local). Mais pra frente essa informações vai ser valiosa. Após ler muitas coisas sobre a cidade, provavelmente não vai se lembrar o porque salvou aquele em específico.

Tem dúvidas de como montar um roteiro de viagem? Eu expliquei passo a passo de como eu elaboro o meu e planejo toda a minha viagem. Com indicação das melhores ferramentas para a sua montagem.

Assim que o roteiro começa a surgir na sua tela, você identifica se o restaurante cabe ou não dentro da sua rota. No caso de ser um restaurante imperdível você consegue traçar um plano para chegar até lá e fazer caber.

Lembre-se que independente de você incluir ele no seu roteiro final ou não, deixe aquele ponto sempre ativo no seu mapa. Você pode precisar de um plano B.

Quando eu fui para Lisboa, peguei dois dias de muita chuva. Entrei em um café qualquer abri meu mapa e rapidamente transformamos uma viagem cultural em uma viagem gastronômica.

Confira aqui o resultado: Uma viagem gastronômica por Lisboa

Gastos Totais

Não menos importante aqui está a sua última aba da planilha. Vamos visualizar todos os gastos.

A planilha deve puxar todos os campos das abas anteriores que contêm valores. A ideia é que rapidamente você visualize o que já foi gasto e o que você ainda tem para pagar. Indico também criar um campo de gastos previstos na viagem.

Fazer uma previsão de gastos ao longo da viagem vai te ajudar a ter uma ideia dos seus limites e também não fugir muito do seu budget. Quanto eu posso gastar em cada refeição? Posso fazer passeios que estão fora do roteiro? Se sim, quanto eu posso gastar?

Tem dúvidas de como montar um roteiro de viagem? Eu expliquei passo a passo de como eu elaboro o meu e planejo toda a minha viagem. Com indicação das melhores ferramentas para a sua montagem.

Se gastou muito em uma refeição, na próxima você deve economizar. Você já sabe o seu limite/dia.

No caso de estar planejando a sua viagem com bastante antecedência, é possível diluir os gastos e não surtar quando chegar a fatura do cartão após a viagem.

Se você está planejando três meses antes, dedique um mês para comprar os transportes. Outro mês para os tickets das atrações. Outro para os hotéis. Se você seguir essa ideia muito provável na viagem, seus únicos gastos serão: alimentação, lembrancinhas e compras. Alguns poucos gastos extras vão surgir.

Tem dúvidas de como montar um roteiro de viagem? Eu expliquei passo a passo de como eu elaboro o meu e planejo toda a minha viagem. Com indicação das melhores ferramentas para a sua montagem.

E aí, o que acharam da maneira como eu organizo as minhas viagens? Você tem mais alguma dica? Compartilhe com a gente.

Quer saber mais alguma coisa? Deixe nos comentários!

Como montar um roteiro de viagem – Salve esse artigo e leia mais tarde.

Tem dúvidas de como montar um roteiro de viagem? Eu expliquei passo a passo de como eu elaboro o meu e planejo toda a minha viagem. Com indicação das melhores ferramentas para a sua montagem.

 

10 comments

  1. Ótimas dicas. Eu também fiquei muito mais criteriosa depois que comecei a escrever pro Tô Pensando em Viajar. Te entendo perfeitamente! Adorei esse post e as dicas! Tudo super organizadinho e lindo! Demais!

Deixe uma resposta