Alsácia é uma das regiões mais bonitas da França. Historicamente a região da Alsácia foi disputada por séculos entre França e Alemanha, já que essa região encontra-se bem na divisa dos dois países. Motivo pelo qual também a Alsácia carrega tanta influência germânica, da gastronomia a arquitetura.

Eguisheim - Alsácia
Eguisheim

Chegue de carro ou de trem até Estrasburgo, a maior cidade da região, que está apenas 500 km de Paris. Alugue um carro e explore o que este lugar mágico tem de melhor para te oferecer.  

São mais de 100 encantadoras aldeias, uma renomada rota dos vinhos, paisagens bucólicas, castelos e no final do ano encontramos tradicionais mercados de Natal, que estão entre os melhores da Europa.

A Alsácia serviu de inspiração para a Walt Disney World criar a charmosa vila do filme Bela e a Feira. Sendo assim podemos afirmar que a Alsácia é um verdadeiro cenário de conto de fadas.

Descubra aqui tudo o que você precisa saber para passar lindos dias nesta região, e os melhores vilarejos para se conhecer.

Como Chegar e como se locomover

Para chegar de avião, as melhores opções são: via Estrasburgo ou Basileia (Suíça), que está apenas a 50 km de Colmar. Se você está em Paris, talvez a melhor opção seja seguir de trem até a estação de Estrasburgo (2 horas de deslocamento).

Sem muito mistério, a melhor maneira de explorar a região da Alsácia é de carro. As estradas são excelentes, ao chegar em uma aldeia é só estacionar o carro em qualquer estacionamento público e curtir o seu dia. As vilas ficam próximas umas das outras, e ter liberdade para ir e vir é tudo o que você vai desejar nesse lugar.

Para alugar o carro faça a cotação com as melhores companhias e tenha acesso aos melhores preços através da Rentcars – acesse aqui.

Caso você não queira explorar essa região de carro, recomendo que chegue (de trem ou avião) por Estrasburgo e siga para Colmar de trem. De lá opte por excursões pela região (dicas de passeios no final do texto).

Colmar - Alsácia
Colmar

Quando ir e quanto tempo ficar

Alsácia é uma região belíssima para se visitar na primavera, já que este destino quase todo ano lidera o topo da lista dos vilarejos mais floridos da França. Mas visitá-lo no final do ano e conhecer os mercados de Natal pode ser um verdadeiro sonho (foi o que eu fiz).

Com certeza não tem temporada errada para visitar a Alsácia. Apenas lembre-se que no verão as temperaturas são bem altas e no inverno bem baixas, se não curte os extremos opte pelas meias estações (março a junho ou setembro a novembro) .

Colmar - Alsácia
Colmar – em Dezembro

São muitos os vilarejos, embora seja um diferente do outro, confesso que chega uma hora que tudo parece igual. Recomendo visitar algo com 5 das aldeias, se tiver tempo e interesse intercale com rota do vinho, que atravessa a principal região produtora dos vinhos brancos e de sobremesa da França.

Nós ficamos três dias e separamos nosso roteiro da seguinte maneira:

Dia 1. Colmar e Eguisheim

Dia 2. Ribeauvillé, Riquewihr, Kaysersberg

Dia 3. Estrasburgo

Kaysersberg - Alsácia
Kaysersberg

<iframe src=”https://www.google.com/maps/d/u/2/embed?mid=1gMRUYl5lsLW6egu6Sba1wekoHg40lfQC” width=”640″ height=”480″></iframe>

As vilas da Alsácia

Colmar

Colmar está intitulada como “a mais alsaciana das cidades da Alsácia”. Reserve um dia completo para devagar pelas suas ruelas de pedra. É a cidade perfeita para entrar no mundo da fantasia.

Colmar - Alsácia
Colmar – Alsácia

Saint-Martin, a igreja da cidade, se destaca entre os prédios baixos. O passeio mais sedutor por lá é andar e descobrir cada uma das ruazinhas de Colmar. Como eu sempre digo: permita se perder. E como define o dicionário: devagar – de maneira lenta, que não possui nem apresenta pressa, vagarosamente.

As águas calmas do rio Lauch servem de espelho para a cidade cinematográfica. Sob as pontes da La Petit Venice vemos as coloridas casas refletidas no rio. Para cada ponte uma imagem diferente. Casas, barquinhos, floreiras e até a própria ponte refletida na água, formam uma verdadeira obra de arte, digna de qualquer museu de arte espalhado pelo mundo.

Colmar - Alsácia
Colmar
Eguisheim - Alsácia
Eguisheim

Eguisheim

Eguisheim faz parte da rota dos vinhos da Alsácia. É uma pequena aldeia, conhecida por ter sido da família Eguisheim, uma família que foi exterminada na fogueira durante a Idade Média por disputas de terras com outras famílias da região.

A charmosa praça da cidade se transforma em uma verdadeira floreira na primavera. Ao lado de Colmar (8 Km), Eguisheim é uma cidade perfeita para dar uma passeada no final do dia, mas que fique claro que no inverno sofremos para encontrar uma única cafeteria no local. Ficamos só com o passeio pelas poucas ruas da vila de Eguisheim.

Riquewihr

Sem querer “caímos” em Riquewihr, foi alí que eu tive a certeza que a Alsácia era muito mais que Colmar e Estrasburgo.

Localizada a 15 Km de Colmar e 70 Km de Estrasburgo, essa aldeia é uma joia. Não mais que 3 pequenas ruelas, o vilarejo é praticamente abraçado pelos vinhedos, deixando a paisagem ainda mais bucólica e romântica.

Riquewihr - Alsácia
Riquewihr

Ao atravessar o portal de entrada da cidade já senti que mesmo em poucas ruas, aquele local iria me proporcionar uma experiência que valeria por uma cidade do tamanho de Paris.

O charme e o colorido das casas, separadas por uma ruela de pedra te fazem acreditar que tudo aquilo faz parte de um cenário de filme. Se equilibrar entre uma pedra e outra e adentrar a aldeia francesa é uma descoberta a cada passo, as construções não tão alinhadas vão revelando pouco a pouco a adorável Riquewihr.

Procure pela Cave d’Affinage de Riquewihr (na rua principal), uma entradinha um tanto quanto escondida e uma escadaria para baixo vão te levar para o mundo paralelo dos queijos. Deguste as inúmeras opções, aprenda um pouco sobre a maturação dos queijos e compre um pedaço para acompanhar uma taça de vinho a noite no seu hotel. 😉

Cave d'Affinage de Riquewihr
Cave d’Affinage de Riquewihr

Riquewihr também faz parte da rota do vinho.

Kaysersberg
Kaysersberg

Ribeauvillé

Não muito diferente das anteriores, Ribeuvillé, é linda, sedutora e pititica. Uma antiga cidade fortificada, ainda hoje é possível apreciar restos da muralha de proteção. Conhecida por ser uma das mais importantes vilas da Rota dos vinhos alsacianos, aqui é possível encontrar inúmeras tavernas para realizar uma degustação dos melhores vinhos brancos da região.

Além de vinho e muito charme Ribeauvillé está cercado por ruínas de três castelos, são eles: Saint-Ulrich, Haut-Ribeaupierre y Girsberg.

Kaysersberg
Kaysersberg

Kaysersberg

Kaysersberg foi eleito como o vilarejo preferido dos franceses, eleito pelos próprios em 2017. A graça do lugar fica por conta do rio Wiess que separa a vila em dois bairros que são unidos por uma ponte fortificada, além claro das casinhas coloridas que encontramos em toda a margem do rio e também ao longo da aldeia. No final do passeio não nos restou dúvidas dos motivos que levaram os franceses escolherem tal lugar como favorito.  

Kaysersberg - Alsácia
Kaysersberg

Estrasburgo

Estrasburgo - Alsácia
Estrasburgo

É a capital da Alsácia. Devo dizer que é essa é uma cidade obrigatória para aqueles que estão de passagem por essa região. Além de todo o charme alsaciano, Estrasburgo é quem irá revelar boa parte da história desse povo, seja caminhando pelas ruas da cidade ou navegando pelo rio que corta toda a cidade.

Catedral de Estrasburgo
Catedral de Estrasburgo

Após tantos conflitos nessa terra, no passeio de batorama compreende-se o motivo de receberem o título “A Capital da Europa”.

Para saber mais sobre a cidade, recomendo que leia o post completo sobre Estrasburgo.

Estrasburgo
Estrasburgo – Alsácia

Passeios

Caso você não esteja de carro e optou por se hospedar em Colmar você ainda pode optar por algumas excursões na região. E mais, se você quer aproveitar a rota do vinho sem a preocupação de ter que dirigir depois, confira nossas dicas de passeios pela rota do vinho.

Colmar
Colmar

3 aldeias das Alsácia – partindo de Colmar, explore as charmosas vilas de Kaysersberg, Riquewihr e Hunawihr acompanhado de um guia e com degustação de vinho pelas vilas que fazem parte da rota do vinho alsaciana. Confira aqui o passeio.

Degustação de vinho (meio período)  – muito mais do que degustar os vinhos da região aprenda sobre a produção de vinho e desfrute das belas estradas da rota do vinho. Passeio de meio período, conheça duas vinícolas da região. Confira aqui o passeio.

Rota do vinho da Alsácia
Rota do vinho da Alsácia

Degustação de vinho (dia inteiro) – conheça três tradicionais vinícolas da Alsácia e desfrute de um passeio com muita informação e história da região.  Confira aqui o passeio.

Rota do vinho para  – se você está em um grupo de amigos visitando a região da Alsácia, você pode explorar a região com um passeio privativo a bordo de um Kombi.   Confira aqui o passeio.

Onde ficar

Recomendo que fique em Colmar, ou próximo da cidade. É a base com melhor infra-estrutura e mais próxima da grande maioria dos vilarejos mencionados acima. Se chegou por Estrasburgo, que é a cidade mais distante de todas, use o dia da chegada ou da partida para conhecer e explorar a capital da Alsácia.

Colmar é uma cidade um pouco maior que as demais, caso opte por ficar no centro da cidade, local mais charmoso e com mais estrutura de restaurantes, saiba que possivelmente terá que deixar o carro um pouco mais distante. Muitas das ruas do centro não permitem a entrada de carros.

Ribeauvillé - Alsácia
Ribeauvillé

Para quem prefere apartamento

Gite Hansi – já que estava com a família (6 adultos e 1 criança) optamos por um apartamento central, deixamos o carro em um estacionamento próximo o que não foi nenhum incômodo. No dia que chegamos e no dia da partida, encostamos o carro o mais próximo possível para facilitar com as malas. A escolha foi perfeita, o apartamento era ótimo, amplo e com uma excelente estrutura. A localização era excelente uma vez que estávamos dentro do centro histórico. O único inconveniente é que para chegar até o apartamento é necessário subir três lances de escada.

The Pfeffel – um apartamento compacto localizado no centro histórico de Colmar uma excelente opção para um casal.

La Chambre de Bartholdi – mais uma versão de apartamento compacto para casal. O La Chambre de Bastholdi também está localizado no centro histórico de Colmar e conta apenas com estacionamentos públicos ao redor.

Para quem prefere hotel

Mercure Colmar Center – o Mercure Colmar está localizado no centro da Cidade, com opção de  estacionamento privativo e toda a infra-estrutura da rede Mercure.

Hotel Le Colombier – o Hotel Le Colombier também é uma opção central, localizado no bairro de La Petit Venice. O quartos do Le Colombier foram recentemente reformados e os hóspedes avaliam muito bem o tamanho das habitações e a excelência no atendimento. O hotel não oferece estacionamento.

Ibis Styles – o Ibis Style é uma versão hotel design, um pouco mais afastado do centro mas com o conforto de um estacionamento ao lado. O Ibis Style Colmar Centre está situado em uma antiga fábrica de cerveja do séc. XVIII e tem uma decoração toda moderna.

Para quem prefere fora da cidade

Le Menestrel – o Le Menestrel está localizado na rota do vinho em Ribeauvillé, a 500 m do centro histórico. Dispõe de centro de spa e jardim com terraço com vista para os vinhedos e um estacionamento privativo gratuito.

Hôtel Barrière Ribeauvillé – também localizado na rota do vinho e com vista para os vinhedos o Hotel Barrière é excelente opção para aqueles que querem aproveitar a viagem para descansar em um hotel spa.

Brithotel Restaurant & Spa – essa foi a minha opção da primeira vez que eu visitei Colmar, ficamos fora da cidade pela comodidade do estacionamento (sem custo). Nada longe de Colmar o Brithotel pode ser uma boa opção por estar próximo da estrada e facilitar o deslocamento para as outras vilas da região.

Hotel des Berges – a opção do Hotel des Berges é mais uma opção para aqueles que buscam tranquilidade e uma excelente vista. O hotel oferece piscinas com vista, além de um agradável espaço para as refeições com vista para um canal e um belo jardim.  

A Alsácia é especial

Eu sempre tive o sonho de conhecer a região da Alsácia! Logo que me mudei para a Europa tratei de planejar e organizar essa viagem. Longe da família, Chris e eu optamos por passar o Natal por lá.

Foi amor à primeira vista! Fiquei completamente encantada e rendida com a região e a decoração natalina, como minha mãe é a-p-a-i-x-o-n-a-d-a pelo Natal desejei bem forte um dia voltar com ela para esse lugar mágico. Em questão de dois anos, lá estava eu novamente, no Natal apresentando a Alsácia para a minha mãe e toda a família.

Natal da Alsácia
Natal da Alsácia

32 COMENTÁRIOS

  1. Minha querida, estou apaixonada por estas cidadezinhas tão encantadadoras. Ao ler o seu post fiquei com muita vontade de conhecer cada uma, conhecer cada casinha de chocolate como vc diz. Realmente deve ser muito lindo vê-la no natal cheio de luzinhas e muitas decorações!! Amo decoração de natal e acredito que vou amar conhecer.

  2. Você acabou de colocar mais um lugar incrível na minha lista de lugares a visitar! Poxa vida, o que é essa arquitetura? parece mesmo que tudo saiu de um conto de fadas – também adoro a bela e a fera 🙂
    Não aguentei a foto com os chocolates… E os vinhedos? E aqueles queijos fantásticos? Acho que de todos, Riquewihr ganhou meu coração <3

  3. Que saudades desses lugares que ler esse post me trouxe.. Morei por quase 2 anos em Freiburg na Alemanha e visitei várias dessas cidades da região de fronteira.. Durante a primavera e verão cheguei a ir a algumas delas de bicicleta com meus colegas de faculdade.. Uma pena que as minhas fotos dessas época da minha primeira camera digital tem resolução pior que camera de celular… Preciso uma hora dessas voltar para revisitar e fotografar tudo de novo 😀

  4. Eu sou completamente apaixonada pela Alsácia!Eu fiz um tour desses vilarejos durante o mês de dezembro, quando acontece os mercados de Natal e fiquei encantada, tanto Riquewhir como Eguisheim são pequenos e encantadores, vale mesmo a pena a visita!

  5. Um amigo meu é da zona, e está farto de me convidar a ir visitá-lo, depois destas fotos acho que vou mesmo ter de fazer a minha reserva e passar umas férias com ele! Adoro vilas histórias como essas, muito bonito 🙂

  6. A região de Alsácia sem dúvida está nos meus top destinos de desejo ! Quero muito conhecer a região e seus vilarejos, acho já pelas fotos tudo tão lindinho ! Um sonho !

  7. Nunca comentei em blog nenhum, mas esse não tem como. Que encantador! Quase chorei na cena de natal… Parabéns, vc escreve e descreve muito bem! Fora que tem muito bom gosto para escolher seus passeios!

  8. Só pela rota do vinho e pelo cheiro do ar do chocolate quero viajar para a Alsácia. Adorei o post, porque detalhou bem as cidades da região e o que é mais relevante ver em cada uma. Tudo é tão lindo! Anotadas as dicas para incluir no meu bucketlist.

  9. Fui ano passado para a Alsacia e fiquei completamente apaixonada com os pequenos vilarejos, realmente cidadezinhas que parecem ter saído de um livro de conto de fadas. Gostei tanto que em julho voltarei novamente, pois da primeira vez não consegui visitar Colmar nem Eguisheim. Ah, e de todas, Riquewihr ganhou meu coração, um dos vilarejos mais fofos que já conheci.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.