buy cytotec online uk A Blue Lagoon está localizada na ilha de Comino, em Malta. É uma das atrações mais famosas do país e não é à toa, a praia é um paraíso. Porém, a sua beleza paga um alto preço – a aglomeração dos turistas. Mas existe uma chance de você nadar praticamente sozinho naquele mar transparente, garantir as melhores fotos e ainda uma cadeira de frente para o mar.

lamictal cost renew Leia nosso guia completo sobre o que fazer em Malta

O acesso até a Blue Lagoon

Essa é fácil responder, só é possível chegar até a Blue Lagoon de barco. O que não é fácil responder é qual barco. Existem várias opções: excursões saindo de Sliema e Valletta, os ferrys que funcionam como uma espécie de transporte público que saem de highlight http://blog.thecrescenthotel.com/45593-clonidine-cost.html Cirkewwa (Confira os horários) еdit shatavari uk e se estiver sobrando uma graninha pode optar bom embarcações privativas.  

Recomendo a mais econômica e a mais simples delas, transporte público saindo de Cirkewwa. Optar por escunas ou as grandes embarcações que saem de qualquer canto da ilha pode parecer um ó-t-i-m-a opção quando você pensa: vão me pegar na porta do hotel. Ou talvez: tenho que caminhar até a praia mais próxima meu hotel. O que você não sabe é que ela vai demorar mais do que o normal para chegar até a Blue Lagoon e quando chegar o lugar já vai estar lotado.

buy acyclovir cream Então o pulo do gato é chegar cedo e pegar a Blue Lagoon vazia. Sendo assim, na minha opnião a melhor opção é embarcação que sai de Cirkewwa. Mas não adianta chegar lá às 11:00 da manhã, o primeiro barco saia às 9:00, sentido a paradisíaca piscina natural, e é nesse barco que você deve estar.  

Blue Lagoon Malta

Se estiver de carro é simples, coloque no GPS: https://pizzaemporio.com.es/81208-nizoral-shampoo-price.html devote Cirkewwa. Caso contrário você pode ir até o local de ônibus. Tenha em mente que o trajeto leva mais ou menos uma hora (partindo de Sliema), dê uma conferida no Google Maps e se estiver na alta temporada se programe para chegar antes.

Outra vantagem de não seguir viagem com as excursões é ter flexibilidade de ir embora a hora que quiser. O local não oferece uma boa infra-estrutura para passar muito tempo, não existe exatamente uma estrutura de praia e quiosques.

Blue lagoon Mala

Existe uma faixa muito pequena de areia, que eu não recomendo, já que pouco a pouco as pessoas vão chegando e vão desejando o mesmo espaço que você, até que: não cabe mais ninguém. Pedra e mar, isso tem de sobra. Food trucks oferecendo bebida e lanches com aquele precinho nada camarada, também tem.

Blue Lagoon Malta

Calma, não se assuste!
As cadeiras e guarda-sóis estão equilibrados entre uma pedra e outra. Se tá na chuva é pra se molhar, alugue duas cadeiras e um guarda-sol pela bagatela de 20 euros e tenha o mínimo de conforto no local. Você pode deixar suas coisas nas cadeiras que estão próximas ao mar e ir para a água tranquilamente, diferente se suas coisas ficarem distantes e fora do alcance da sua visão. Sem contar que passar parte do seu dia sentada na pedra e com a cabeça debaixo do sol não será nada agradável.

Blue Lagoon Malta

Finalmente, o paraíso da Blue Lagoon

Sem nunca ter ido para as Maldivas, quando cheguei lá pensei: estou nas Maldivas? A água transparente, a areia branca, um mar sem ondas e eu sem reação! Inacreditável que exista um mar tão transparente. Nós e mais meia dúzia de pessoas se refrescando, tiramos os chinelos com cautela e enchemos a boia de donuts e água!

Blue Lagoon Malta


Enquanto o lugar ainda estava vazio nos refrescamos, tiramos muitas fotos e voltamos para as nossas cadeiras. A cada 20 minutos uma nova embarcação chegava no local. Voltamos para a água novamente, nadamos até uma ilhota que fica logo em frente de Comino e aproveitamos para ver as centenas de peixinhos devido aos corais que tem lá do outro lado.
buy viagra cialis online canada Dica – leve um óculos de nadar, vai te ajudar a ver os peixes e corais debaixo d’água.

 A tal ilhota da qual mencionei tem uma faixa de área maior do que a de comino, por isso é muito comum ver a galera atravessando o mar para chegar até lá e ter um pouco mais de tranquilidade na praia. Para isso, recomendo levar pouca coisa, uma bolsa impermeável e talvez uma bóia onde você possa colocar tudo dentro e empurrá-la. O trajeto é bem curto e não é fundo, mas não vá inventar de ir com a mochila na cabeça que vai dar errado.

Blue Lagoon Malta

Já havia lido sobre a falta de estrutura do local por isso levamos água e uns lanchinhos. Assim não precisamos comprar nada por lá.

O lugar é lindo, mas…

É lotado e sem estrutura! Eu recomendo a visita, sem sombra de dúvidas. Uma das praias mais bonitas que eu já visitei, que como eu disse no início paga um alto preço pela sua beleza. Havíamos nos programado para ficar o dia todo, e acabamos que às 13:00 estávamos pegando o barco para retornar.

Blue Lagoon Malta

Foi uma delícia poder chegar antes e curtir o lugar com muita tranquilidade.

Não recomendo fazer Comino e Gozo no mesmo dia. Gozo merece um dia inteiro de passeio e em breve vou falar sobre o destino. Volte para Malta e explore algum outro cantinho da Ilha.

10 COMENTÁRIOS

  1. Eu também amei a blue lagoon e sempre me assusto com essas fotos do lugar cheio! Fui no final do inverno e passei o dia com o local só pra mim e mais umas 10 pessoas, um sonho! Claro que a água estava congelante, mas foi ótimo mesmo assim! Sua dica de chegar cedo é essencial pra temporada alta

  2. Olá, Maytê!
    Excelentes dicas! Também moro na Espnha (Barcelona), o que contribui ainda mais para aumentar esse vício que é viajar! rs
    Meu marido e eu iremos para Malta no final de setembro/inicio de outubro. Escolhemos esta época justamente para (tentar) fugir das multidões do alto verão.
    Uma semana na ilha é muito tempo?
    Em que época você foi? Se não foi no verão, a temperatura ainda estava agradável?
    Obrigada e boas viagens!

    • Opa, vizinhas!!! hehehe
      Faz muito bem vocês, eu fui na primeira quinzena de setembro e ainda estava cheio e m-u-i-t-o quente (leia-se insuportável)! Acredito que este período esteja bem mais agradável e também mais tranquilo.

      Uma semana na ilha é mais que o suficiente, talvez muito tempo, mas isso dependendo muito do seu ritmo e também do seu interesse.
      Por exemplo, eu não visitei os Templos megalíticos, passei apenas meio período na Blue Lagoon, não fui no Popeye Village. Eu fiz todo o meu roteiro em 5 dias (leia o post guia de Malta) e foi o suficiente, importante ressaltar que eu estava de carro, o transporte público de Malta funciona bem, mas é bem demorado para se locomover dentro da ilha.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.