Como conhecer o Burj Al Arab por dentro? Um passeio exclusivo em Dubai.

Ir para Dubai e viver dias de ostentação. O cartão postal da cidade, o Burj Al Arab não permite a entrada sem reserva. Veja como fazer para conhecer esse hotel.

O Burj al Arab é o cartão postal de Dubai e isso você já sabe. Mas o que muitos não sabem, e se frustram, é que não é permitido entrar sem reserva para conhecer o hotel.

Se você, assim como eu, não tem cacife para bancar uma estadia por lá, saiba que nem tudo está perdido! É possível conhecer o seu interior fazendo uma reserva em um dos seus restaurantes.

Recomendo que faça sua reserva com antecedência (de semanas). Certas oportunidades são únicas e é bom não desperdiçar.

Assim que finalizar a sua reserva irá receber uma resposta com um número, guarde. Será necessário apresentar na portaria do hotel no dia.

Minha primeira experiência no Burj Al Arab foi em um café da manhã. Lá fomos nós: meus pais, meu irmão e eu. Optamos pelo café da manhã. Mal sabíamos, mas aquela seria praticamente a única refeição do dia.

Me sentindo um pouquinho exclusiva, atravessamos do continente para a ilha, onde está localizado o hotel. Ilha essa que é artificial e foi construído especificamente para suportar o Burj Al Arab.

Chegamos, descemos do táxi e a bajulação começou!

Diferente de qualquer outro lobby que já vi na vida, não tinha recepção e sim uma fonte alta e preta. Com águas dançantes, brincando de gato e rato logo ali, na entrada do hotel.

Ir para Dubai e viver dias de ostentação. O cartão postal da cidade, o Burj Al Arab não permite a entrada sem reserva. Veja como fazer para conhecer esse hotel.

Olhei para cima e me deparei com um colorido lindo. O degradê que ia do azul até o amarelo desenhavam a silhueta do tronco de uma tamareira. Nos Emirados a tâmara é sinônimo de sobrevivência, durante suas passagens pelo deserto, os árabes usavam e usam ainda hoje a tâmara como fonte de energia.

Ir para Dubai e viver dias de ostentação. O cartão postal da cidade, o Burj Al Arab não permite a entrada sem reserva. Veja como fazer para conhecer esse hotel.

Olhei para o lado e encontrei um enorme aquário, parte do cenário do restaurante Al Mahara. Restaurante esse, que é todo coberto por aquários reais, que simulam um jantar no fundo do mar.

Ir para Dubai e viver dias de ostentação. O cartão postal da cidade, o Burj Al Arab não permite a entrada sem reserva. Veja como fazer para conhecer esse hotel.
Aquário do Burj Al Arab

No próximo andar, no mesmo que eu tomei meu café, encontramos mais uma fonte d’água. Fazendo a alegria dos turistas que faziam o mesmo que eu:; tiravam fotos e admirava o hotel aguardando o seu horário da reserva.

Ir para Dubai e viver dias de ostentação. O cartão postal da cidade, o Burj Al Arab não permite a entrada sem reserva. Veja como fazer para conhecer esse hotel.

Por isso não se sinta intimidado pelo luxo no local, os turistas estão espalhados por todos os cantos e aproveite para fazer jus a sua visita. Conheça e explore os locais que são permitidos. Infelizmente o fato de você ter uma reserva não te dá o direito de circular livremente por todo o hotel e todos os restaurantes.

Seguimos então para o Junsui, restaurante que serve o café da manhã para os não-hóspedes.

Poderia facilmente ser enganada que aquela refeição era o almoço. O buffet é montado da seguinte maneira: café da manhã oriental e ocidental. Se é do tipo que curte provar coisas diferentes, esse é o seu momento.

Ainda dentro dessas duas divisões, o ocidente era composto por bacon e linguiça tão tradicional no café do americano, mas tinha também feijão, clássico do café da manhã inglês.

Waffle, donuts (simples e coloridos), iogurtes e frutas para todos os gostos. Uma variedade enorme de pães, ovos, queijos, embutidos e tudo que podemos imaginar (ou não) para um café da manhã.

Ir para Dubai e viver dias de ostentação. O cartão postal da cidade, o Burj Al Arab não permite a entrada sem reserva. Veja como fazer para conhecer esse hotel.

Já na parte oriental foi mais difícil decifrar, a nossa maionese dá espaço para o homus, coalhada e babaganoush. Assim como nossas frutas são substituídas por verduras, legumes e claro, as tâmaras. Nossos embutidos de carne de vaca e porco se tornam uma variedade de peixes crus.

Arrisquei um ovo pochê com salmão defumado que fez valer a pena o café da manhã.

Se você é do tipo que não come pela manhã não recomendo essa opção, irá gastar muito para aproveitar pouco.

Para fazer a sua reserva e verificar os valores: Junsui restaurante

Eu tive a oportunidade de estar duas vezes no Burj Al Arab, em anos diferentes. Da segunda vez estava novamente com os meus pais, com o meu marido e com mais um casal de amigos.

Como parte do grupo não conhecia e achamos que a experiência de entrar no hotel era muito válida, lá fomos nós novamente.

Optamos por uma nova experiência, por dois motivos: 1 – Claro, conhecer um lugar diferente e viver algo novo junto com o grupo. 2 – Pelo preço!

O Golden on 27 é um bar que está localizado no topo do prédio. Seguimos na expectativa de ver uma cidade iluminada, mas o que encontramos foram vidros embaçados com tanto calor que fazia do lado de fora. Mas, independente disso a vista do bar fica para o lado do mar, ou seja um breu só.

 

Tratamos de aproveitar o momento.

Ir para Dubai e viver dias de ostentação. O cartão postal da cidade, o Burj Al Arab não permite a entrada sem reserva. Veja como fazer para conhecer esse hotel.Diferente do café da manhã, onde se paga um valor para comer a vontade, o Golden on 27 funciona com uma consumação mínima que são (100 AED – valor 2017). Como já era esperado isso nos permitiu desfrutar de apenas um drinque por pessoa.

Drinques humildes, diga-se de passagem.

O local oferece muitos drinques e também petiscos, mas como nosso objetivo era apenas conhecer o hotel, tratamos de consumir o obrigatório e nos mandar.

Ao chegar a conta fomos informados que pagando com o cartão Visa, tinha desconto de 20% na conta, sendo assim: fica a dica!

O bar vira uma balada. Conforme o relógio vai trabalhando, o som vai aumentando.

Para mais informações e fazer sua reserva: Golden on 27

Na saída do bar eu pedi para a hostess se eu podia conhecer o bar do lado, o famoso SkyView Bar. Ambos ficam um de frente para o outro. Muito atenciosa, ela deixou seu posto de trabalho e nos levou no bar vizinho, sem muito vista também, só colocamos o olho para dentro e já saímos. Mas, fica a dica de solicitar caso queira dar uma espiada.

É no SkyView bar que servem o tradicional chá da tarde do Burj Al Arb. Acredito que se quiser ver a vista da cidade, esse bar seja a melhor opção, já que pode ver Dubai ainda com a luz do dia no chá da tarde.

Para entrar no hotel (se for com reserva em restaurante), não é permitido entrar de bermuda,  tênis ou chinelo. Eles classificam o traje como “smart casual”, nos links acima para cada restaurante tem a sugestão de dress code.

O que eu acho?

Acho que vale a pena a experiência de conhecer. Se não, não teria feito questão de levar meu marido para conhecer.

Qual experiências escolher?

Essa é uma questão muito pessoal. Se não estiver afim de gastar muito e só quer mesmo conhecer e ver o local, saiba que o Golden on 27 é a experiência mais barata.

Caso queira viver uma experiência gastronômica vale a pena investir um pouco mais e conhecer um restaurante. Qual restaurante escolher? Vai do seu paladar e da vista que você quer ter.

Sobre o café da manhã é a única opção que você tem de buffet, o que quer dizer: comer a vontade e ter a liberdade de provar um pouco de tudo que lhe agrada. Não esqueça na hora de fazer a conta de descontar o café da manhã do seu hotel, que você não irá tomar. (Isso se ele não estiver incluso na diárias, claro).

Você está em Dubai, visitar a cidade economizando experiências sinceramente é uma besteira.

Uma coisa é certa: o hotel está repleto de chefs de primeira, ou seja, independente da sua escolha você irá comer e beber bem.

Não quer investir nada e só quer ver o hotel?

Ir para Dubai e viver dias de ostentação. O cartão postal da cidade, o Burj Al Arab não permite a entrada sem reserva. Veja como fazer para conhecer esse hotel.

Além da praia que é o local mais tradicional onde as pessoas vão para tirar foto com o Burj Al Arab eu indico seguir até o Souk Madinat Jumeirah. Um mercado, estilo árabe, porém todo climatizado e moderno. Conhecido como a Veneza de Dubai você irá se deparar com um cristalino canal artificial com as tradicionais embarcações árabes fazendo o papel de gôndola, as abras estão prontas para te receber e realizar um passeio exclusivo, sempre com vista para o Burj Al Arab.

E aí, o que achou da nossa dica?

Salve essa dica do Burj Al Arab no seu Pinterest para ler mais tarde.

Ir para Dubai e viver dias de ostentação. O cartão postal da cidade, o Burj Al Arab não permite a entrada sem reserva. Veja como fazer para conhecer esse hotel.

4 comments

  1. Impressionante!!!! Não consigo pensar em nenhuma palavra para qualificar o que você descreve! Deve ser mesmo impactante entrar o lobby.

    Acho que eu ia querer investir no café da manhã só para experimentar todas estas variedades de coisas. Sou curiosa!! ehehehehe
    bjs

  2. Dubai é mesmo de outro mundo né? Eu sou mais diurna e adoro um bom café da manha em um lugar inspirador, então estou certa da experiência que vou escolher! Uma pena que a vista noturna e os drinks não foram como você esperava, mas acho que a experiência por si só já vale né?
    Anotei a dica aqui! Agora que já vou conhecer a mesquita, já tenho onde reservar o café da manha 😀

  3. hahahaha
    Não é tão òbvio assim… eu precisei colocar no google o nome Burj al Arab para saber o que era!
    Acho muito curioso tudo em Dubai, mas como não faz parte da minha wish list (o calor e todo luxo exagerado afasta Dubai da minha mente), não guardo o nome dos lugares.
    Enfim, pelo o que eu vi… visitando os restaurantes com o Leo, eu poderia entrar apenas durante a manhã. Eles não permitem menores à noite ou nos bares!

Deixe uma resposta