Dublin – Como explorar a cidade!

Dublin

 Preparei minha mala para Dublin, separei as galochas e o guarda-chuva! Embora tenha lido que na capital da Irlanda chove menos que na capital da Inglaterra, achei por bem ir equipada. Estava preparada para os baldes d’água que São Pedro iria mandar. Só não estava preparada para os 9° que faziam em pleno outono (setembro).

O avião aterrissou e o sol se abriu!

Hospedados na casa de uma amiga, Chris e eu fomos logo pedindo as dicas de uma pessoa que mora na cidade. Aquela que não te coloca em furada. 😉

Partimos para o primeiro ponto de ônibus, esse seria o nosso meio de transporte na cidade. Se você também optar por ele, separe as moedinhas. Saiba que por lá ninguém devolve troco.

Nossa primeira parada foi no Phoenix Park. Pegamos logo duas bicicletas para curtir o passeio de uma maneira bem irlandesa. Optamos pelas bicicletas da cidade. Além de mais barato podíamos pegar em um ponto e devolver em outro. Outra opção também é alugar a bicicleta do parque.

Dublin pode te surpreender! Guinness, Temple Bar e até mesmo o maior parque urbano da Europa são algumas das interessantes opções de atrações que você vai encontrar por lá.
Phoenix Park

Considerado um dos maiores parques urbanos da Europa, infelizmente não foi possível conhecer tudo, acredito que o ideal é dedicar meio período para o passeio. O Phoenix Park tem 707 hectares, para efeito de comparação o Central Park (NY) tem 315 hectares e o Hyde Park (Londres) tem 142 hectares.

Dublin pode te surpreender! Guinness, Temple Bar e até mesmo o maior parque urbano da Europa são algumas das interessantes opções de atrações que você vai encontrar por lá.
Phoenix Park

Pedalamos pelo parque que ainda estava tranquilo. Enquanto os turistas acordavam, muitos provavelmente após uma noite regada a Guinness, os locais já praticavam os seus exercícios matinais. Esbarramos com vários deles enquanto pedalávamos.

Dublin pode te surpreender! Guinness, Temple Bar e até mesmo o maior parque urbano da Europa são algumas das interessantes opções de atrações que você vai encontrar por lá.
Phoenix Park

Se não fosse a mochila nas costas, a câmera pendurada no pescoço e as roupas inapropriadas para o exercício, poderíamos ser confundidos com um deles.

Com uma certa dificuldade de vencer as ladeiras do parque, a recompensa chegou quando eu estava quase desistindo dessa brincadeira. De longe avistamos um campo enorme. Com muitos pontinhos laranjas que pareciam ser o que nós procurávamos: os veadinhos.

Falando em Hyde Park, leia nosso post de Londres – Clique aqui.

Em um ritmo bem tranquilo fomos nos aproximando cada vez mais e mais e mais dos bichinhos. Em silêncio para não atrapalhar. Encontramos com mais alguns poucos turistas que estavam loucos para registrar aquele encontro, que todos silenciosamente respeitavam o ambiente dos animais.

Haviam mais de 50 deles. Separados em dois grupos: os que aproveitavam o raro sol de Dublin e os que curtiam uma sobrinha debaixo da árvore.

Passamos muito tempo por ali curtindo a natureza e os animaizinhos, sem querer incomodar acionamos nosso super zoom para pegar todos e qualquer detalhes.

Dublin pode te surpreender! Guinness, Temple Bar e até mesmo o maior parque urbano da Europa são algumas das interessantes opções de atrações que você vai encontrar por lá.
Phoenix Park – Dublin

O dia só estava começando e partimos para a Guinness Storehouse.

Quer saber como foi nosso passeio pela Guinness? Leia aqui.

Da cervejaria partimos para a Kilmainham Goal. Uma cadeia desativada, cheia de história do passado desse país.

Dublin pode te surpreender! Guinness, Temple Bar e até mesmo o maior parque urbano da Europa são algumas das interessantes opções de atrações que você vai encontrar por lá.
Kilmainham Gaol – Dublin

Ao comprar o ticket você automaticamente já está inserido no tour. O local só funciona com horário marcado, por isso recomendo que você compre com antecedência pela internet. Os grupos enchem rápido e dificilmente conseguirá algo na hora.

O espaço teve um importante papel na história da Irlanda, muitos líderes das revoltas da independência da Irlanda foram confinados e executados nesta prisão.

Começamos o tour pela capela, que ficou conhecida pelo lugar onde Joseph Plunkett se casou com Grace Gifford, horas antes da sua execução.

O Guia que nos conduziu em um tour todo inglês. Caminhou pelas celas e com certa dificuldade de compreender 100% do que era dito, o sentimento de tristeza tomou conta de mim. Ao me deparar com pequenos espaços, com menos de 30m2  que recebiam homens, mulheres e crianças, sem nenhum tipo de distinção e separação.

Dublin pode te surpreender! Guinness, Temple Bar e até mesmo o maior parque urbano da Europa são algumas das interessantes opções de atrações que você vai encontrar por lá.
Kilmainham Gaol – Dublin

Arrepiada e triste pelo o que passou ali, descobri que em uma mesma cela viviam cinco pessoas com uma única vela que servia para iluminar e esquentar o espaço a mesma deveria durar duas semanas.

Passamos então para a principal área da cadeia, onde hoje é muito utilizada para gravação de filmes. Um espaço que já foi palco de um triste pedaço da história irlandesa.

Clique aqui para comprar.

Dublin pode te surpreender! Guinness, Temple Bar e até mesmo o maior parque urbano da Europa são algumas das interessantes opções de atrações que você vai encontrar por lá.
Kilmainham Gaol – Dublin

O dia não podia terminar em outro lugar que não no Temple Bar.

Sim no bairro e no bar. Embora o Temple Bar seja o bar mais famoso e consequentemente o mais caro da cidade, fiz questão de entrar e tomar pelo menos uma Guinness no local. Tudo isso para descobrir mais tarde que ele era igualzinho a todos os outros. =D  

Dublin pode te surpreender! Guinness, Temple Bar e até mesmo o maior parque urbano da Europa são algumas das interessantes opções de atrações que você vai encontrar por lá.
Temple Bar – Dublin

Dizem que o The Temple Bar (o bar) funciona como a bolsa de valores, e o valor da cerveja varia dependendo da hora do dia, de acordo com a demanda. Pode isso produção?

Temple Bar (o bairro), é o local com a maior concentração de pubs, e de maior movimento e circulação de turista, dia e noite! Os pubs abrem às 11:00 e fecham por volta das 1:30 da manhã.

Dublin pode te surpreender! Guinness, Temple Bar e até mesmo o maior parque urbano da Europa são algumas das interessantes opções de atrações que você vai encontrar por lá.
Temple Bar – Dublin

A maioria dos pubs oferecem música ao vivo a partir das 17:30 todos os dias (isso no bairro do Temple Bar), é bom chegar cedo para garantir o seu lugar, seja em uma mesa ou no balcão, nós tentamos entrar por volta das 19:00 e tinha gente saindo pela janela, isso que tentamos em vários pubs diferente.

Dublin pode te surpreender! Guinness, Temple Bar e até mesmo o maior parque urbano da Europa são algumas das interessantes opções de atrações que você vai encontrar por lá.
Temple Bar – Dublin

Dia seguinte começou cedo e do jeito que a gente gosta, no parque tomando café! Dublin estava sendo bem generoso com a gente, nos enviou mais um dia lindo de sol e céu aberto! O que mais eu poderíamos querer?

Dublin
St Stephen’s Green – Dublin

Chegamos no St Sthephen’s Green park. Mais um parque urbano, já foi um parque privado e de uso exclusivo dos residentes da região. Até que Arthur Guinness comprou o local e abriu as portas para toda a população usufruir do local.  

Se você gosta de parques, leia nosso post sobre o Yosemite – Natural Park.

Já com o nosso café em mãos que nos aquecia naquela fria manhã de sol, escolhemos um banquinho para sentar e assistir de camarote a vida cotidiana dos que vivem por ali. Melhor hora do dia: conhecer um pouco mais da cultura e ver como os locais se comportam.

Os vovôs namorando e se atualizando com os jornais sempre me encantam. Um sorriso sempre escapa no meu rosto ao ver como as mamães gostam de passear com os seus bebês para pegar a primeira hora do sol. E a correria daqueles que estão perdendo hora para o trabalho? Essa cena sempre me faz relaxar e lembrar o quanto é bom estar de férias! Em contrapartida, observar aqueles que gostam de praticar exercícios me faz lembrar do quanto pode custar umas férias toda fugindo da dieta e da academia.

Dublin pode te surpreender! Guinness, Temple Bar e até mesmo o maior parque urbano da Europa são algumas das interessantes opções de atrações que você vai encontrar por lá.
St Stephen’s Green – Dublin

Lá fiquei: eu, meus pensamentos e meu café que esfriava em minhas mãos! Os pensamentos foram tão longe que até me esqueci do Chris, que estava ao meu lado. Voltei para realidade e partimos para o Dublin Castle, onde às 11:00 tínhamos um walking tour.

Fizemos pela New Europe Tour.

Estou super fã desses tours, acho que é a melhor maneira de conhecer os principais pontos da cidade, de uma maneira simples, rápida e completa! Esse tipo de tour não inclui entrada em nenhum local.

O tour sai todos os dias, turmas em espanhol e inglês.

Começamos o tour pelo Castle Dublin. Construído com um objetivo de fortificação defensiva, anos mais tarde se transformou em residência real britânica. Foi cenário de inúmeros momentos da Guerra Civil após a formação do Estado Livre Irlandês. Hoje o local é um órgão do Governo e recebe eventos governamentais.

Dublin pode te surpreender! Guinness, Temple Bar e até mesmo o maior parque urbano da Europa são algumas das interessantes opções de atrações que você vai encontrar por lá.
Dublin Castle

Seguimos caminhando até a Catedral da Santíssima Trindade. Atualmente, o Vaticano reconhece a Catedral da Santíssima Trindade, como a catedral oficial da cidade, já que a cidade tem duas catedrais. O templo é de estilo românico e gótico, porem devido a tantas alterações e reformas, hoje é difícil distinguir as decorações dos diferentes períodos. 

 

Dublin pode te surpreender! Guinness, Temple Bar e até mesmo o maior parque urbano da Europa são algumas das interessantes opções de atrações que você vai encontrar por lá.
Catedral da Santíssima Trindade

Bem em frente nos deparamos com as famosas portas coloridas. Lógico que não deixamos isso passar em branco e logo questionamos essa curiosidade.

Porque as portas em Dublin são coloridas? E a guia foi direta: vou contar a teoria mais divertida, mas não podemos afirmar se é verdade ou não, afinal ninguém sabe explicar ao certo o porque disso e existem várias teorias.

Sabe-se que na Irlanda ninguém volta direto do trabalho para a casa. Um irlandês sempre vai parar no pub para tomar uma cerveja e relaxar após um dia inteiro de trabalho, porém sabe-se também que é muito difícil tomar uma só.

Dublin pode te surpreender! Guinness, Temple Bar e até mesmo o maior parque urbano da Europa são algumas das interessantes opções de atrações que você vai encontrar por lá.
Dublin

As mulheres que já estavam cansadas de buscar os maridos na casa dos vizinhos (por terem entrado na casa errada), resolveram pintar as suas portas uma de cada cor para que o marido identificasse com mais facilidade qual era a sua casa.

Se é verdade ou não nunca vamos saber, mas é divertido! 

Passamos pelo bairro do Temple Bar, tomamos uma Guinness (claro) e partimos para o último ponto: Trinity College.

Ir para a Dublin e não vivenciar a experiência da Guinness é deixar o passeio incompleto. O Museu é totalmente interativo, curioso e interessante. Vale a pena para os amantes ou não da cerveja.
Trinity College Dublin

Fundada pela Rainha Elizabeth I, é a universidade mais antiga de Dublin.

Em uma época dura, aceitavam apenas o alunos protestantes. Os católicos passaram a serem aceitos após um tempo, mas com uma condição: abrir mão da sua crença. Assim como as mulheres que só foram ser aceitas 300 anos após a sua fundação.

Ir para a Dublin e não vivenciar a experiência da Guinness é deixar o passeio incompleto. O Museu é totalmente interativo, curioso e interessante. Vale a pena para os amantes ou não da cerveja.
Trinity College Dublin

Nosso tour acabou, mas o passeio pela Trinity não. Partimos na mesma hora para a famosa biblioteca.

Eu estava completamente animada por esse momento, aliás a gente lê tanto sobre a tal, que eu não poderia estar esperando nada menos do que algo espetacular. E foi exatamente isso que esse local me entregou, um passeio espetacular.

Muito se fala do Livro de Kells, mas não serei hipócrita contigo, não sabia o que era até começar a pesquisar sobre Dublin.

Trata-se de um manuscrito, um livro evangélico em latim. Contendo os quatro Evangelhos do Novo Testamento. Acredita-se ter sido criado c. 800 AD. Considerado uma obra-prima da caligrafia ocidental, também é amplamente considerado o melhor tesouro nacional da Irlanda.

Se você gosta de biblioteca, leia nosso post sobre a cidade de Coimbra.

Mas preciso confessar, que a parte mais espetacular não foi o livro. Embora ele realmente seja uma obra de arte de um valor histórico inegável, foi a biblioteca em si que me chamou a atenção.  

Dublin pode te surpreender! Guinness, Temple Bar e até mesmo o maior parque urbano da Europa são algumas das interessantes opções de atrações que você vai encontrar por lá.
Trinity College Dublin

Um pé direito altíssimo, uma sala enorme, com livros e mais livros. Para ser mais exata, são 5 milhões de livros. O tamanho é impressionante, mas o que me impactou mais e conquistou toda a minha atenção foi a cor dessa sala. Uma madeira bem escura, alguns detalhes em preto que contrastam com os dourados dos pequenos detalhes de cada um dos livros que se tornam destaque quando todos juntos estão.

Levei alguns minutos para começar a caminhar pelo corredor principal, a minha primeira reação foi mesmo de surpresa e de perceber que realmente a biblioteca era tudo o que eu estava esperando.

Dublin pode te surpreender! Guinness, Temple Bar e até mesmo o maior parque urbano da Europa são algumas das interessantes opções de atrações que você vai encontrar por lá.
Trinity College Dublin

Aproveitamos o restinho de luz do dia, o sol já tinha ido embora e São Pedro fazia o que sabe fazer de melhor, nos mandava muita água. Mas não foi o suficiente para intimidar o nosso passeio pela cidade. Caminhamos pela beira do rio, avistamos a ponte em formato de harpa que é o símbolo da cidade e ainda que a chuva não intimide um passeio em Dublin, ela atrapalha (ou não) afinal, seguimos para o pub, o melhor lugar para finalizar a nossa noite e fugir da chuva.

Dublin pode te surpreender! Guinness, Temple Bar e até mesmo o maior parque urbano da Europa são algumas das interessantes opções de atrações que você vai encontrar por lá.
Dublin

Era o nosso último dia, e não podia ir embora sem antes conhecer Catedral de St. Patricks. Era domingo e sol estava um pouco envergonhado, mas ele estava lá. Não pensamos duas vezes em pegar uma bicicleta e aproveitar a calmaria do trânsito. Na mão contrária pedalamos até a Catedral.

Uma grata surpresa ao entrar, lindíssima e imperdível!
Dublin pode te surpreender! Guinness, Temple Bar e até mesmo o maior parque urbano da Europa são algumas das interessantes opções de atrações que você vai encontrar por lá.Dublin pode te surpreender! Guinness, Temple Bar e até mesmo o maior parque urbano da Europa são algumas das interessantes opções de atrações que você vai encontrar por lá.
Catedral de St. Patrick’s – Dublin

Comecei a ser surpreendida pelo piso, isso mesmo, pelo piso. Nunca tinha visto uma igreja com um piso tão incrível! Feito de azulejos coloridos que conquistaram toda a minha atenção. Fiquei na dúvida se caminhava olhando para baixo ou para cima.  Resolvi que iria fazer os dois, porque não?

Caminhei com a cabeça baixa apreciando os azulejos como se eu estivesse escolhendo a melhor opção para colocar na minha casa (não seria nada mal). Fui me aproximando do altar e não demorou muito para começar a apreciá-lo.

Diferente de quase todas as igrejas que eu já visitei, a Catedral do São Patrício é uma igreja anglicana, por isso encontramos um altar bem diferente do que estamos acostumados. Logo as coloridas bandeiras que estão expostas no centro da Catedral, prenderam a minha atenção. Vim a descobrir que tem relação com os regimentos irlandeses do exército britânico que lutaram nas guerras napoleônicas.

Ir para a Dublin e não vivenciar a experiência da Guinness é deixar o passeio incompleto. O Museu é totalmente interativo, curioso e interessante. Vale a pena para os amantes ou não da cerveja.
Catedral de St. Patrick’s – Dublin

Os arcos pontudos e as colunas que identificam um estilo gótico estão muito bem iluminadas em uma igreja que é muito escura, nesse momento são esses os detalhes que estão saltando nos meus olhos, assim como os belos vitrais que encontro por todos os lados nessa belíssima Catedral.

Ir para a Dublin e não vivenciar a experiência da Guinness é deixar o passeio incompleto. O Museu é totalmente interativo, curioso e interessante. Vale a pena para os amantes ou não da cerveja.
Catedral de St. Patrick’s – Dublin

Dublin foi uma surpresa, não era pra ser agora e nem estava na minha lista. Ás vezes a vida nos presenteia com belas oportunidades que ou a gente agarra ou deixamos passar, eu agarrei Dublin com todas as forças e me surpreendi com a cidade, com a biblioteca a catedral, essas duas estão entre os lugares mais lindos que eu já visitei.

Salve esse post de Dublin para ler mais tarde

Dublin pode te surpreender! Guinness, Temple Bar e até mesmo o maior parque urbano da Europa são algumas das interessantes opções de atrações que você vai encontrar por lá.

2 comments

    1. Olá Anna, eu gostei sim! Ela é exatamente assim, jovem e animada! Como você é das minhas, e adora conhecer a cultura como um todo eu recomendo que de um giro pelo país, fui apenas para uma cidade da costa e achei fantástica, voltei já pensando em uma próxima viagem só dedicada a rodar pela costa 😉

Deixe uma resposta