Como é o Natal na Europa?

O Natal na Europa reserva inúmeras surpresas, e encontrar uma árvore gigante toda decorada em Colmar foi uma delas.

E como um piscar de olhos chegamos em Dezembro! Muitos me perguntam: Como é o Natal na Europa? Então, o último mês do ano chegou, com ele veio o frio e também a magia dessa data tão especial! Vou relatar como tem sido a minha experiência de passar o Natal por aqui e contar as curiosidades e tradições de alguns países do velho continente.  

O meu primeiro Natal na Europa foi em 2015, meu primeiro contato com as famosas feirinhas de Natal foi em Barcelona.

Visitei a feira de Santa Lucia, localizada em frente a Catedral da cidade. Com a expectativa muita alta me frustrei rapidamente ao me deparar com pouca decoração de natal e coisas nada muito atrativas, quem agradeceu foi meu bolso! =D

Não teve muita decoração, mas como havia acabado de chegar na cidade comecei a ter os primeiros contatos com a cultura local.

Me deparei inicialmente com um tronco de árvore, com olhos e bocas. Conhecido como: tronco de Natal ou cagatió ou tio de natal. Prepare-se isso foi uma das coisas mais malucas que eu já vi na vida.

O Natal na Europa tem inúmeras tradições e na Catalunha uma delas é o Cagátio, um tronco de árvore que caga doces para as crianças
Cagátio – Tradição Catalã – Foto – Flickr

O cagatió é tradição de Natal da cultura catalã, e funciona da seguinte maneira. No dia 8 de Dezembro, dia da Imaculada Conceição, se monta a decoração de Natal. Além do que já conhecemos (árvore e decoração típica) vem o tronco de natal que está coberto por uma manta vermelha (porque faz muito frio nessa época do ano). As crianças oferecem alimentos ao tronco (geralmente um copo de leite e biscoitos). No dia 25 de Dezembro as crianças retornam até o tronco, batem nele com uma vareta de madeira enquanto cantam uma música para o tronco cagar. Você leu certo, tanto que a música diz: caga tio, caga tio… a ideia é que o tronco cague doces. Doces esses que estão escondidos debaixo da mantinha que supostamente era para aquecer o tronco (e enganar as crianças).

O Natal na Europa tem inúmeras tradições e na Catalunha uma delas é o Cagátio, um tronco de árvore que caga doces para as crianças
Cagátio – Tradição Catalã – Foto Flickr

Ao tirar a manta lá está o tronco todo cagado (pode isso produção?) e repleto de docinhos ou até presentinhos.

Então, se vier para a Catalunha e der de cara com um tronco com carinha já sabe sobre o que se trata.

Outra coisa curiosa é que aqui (na Catalunha) não é o Papai Noel quem traz os presentes das crianças e sim os três Reis Magos. E muito mais profissional que o nosso bom velhinho que passa o mês inteiro sentado naquela cadeira dura no meio do shopping. Os reis fazem a sua aparição apenas em um dia do ano: 06 de Janeiro – Dia de Reis

Cada cidade recebe os reis e a passagem deles é um evento para a cidade toda. Eles desfilam pela cidade e se dirigem até a prefeitura, onde são recebidos pelo prefeito. Esse desfile pelo qual eu me refiro é algo que podemos comparar ao nosso desfile de carnaval. Caminhões chegam na cidade (supostamente trazendo os presentes das crianças) e quem passa também desfilando é o caminhão do correio, para os atrasadinhos de plantão que não mandaram a carta a tempo.

O desfile se encerra com o carro do carvão, porque aquelas crianças que não se comportaram ao longo do ano ganham um pedaço de carvão ao invés do presente. E acredite, se tem algo que assusta essa criançada é dizer: você vai ganhar um carvão no natal se você não se comportar.

Eu achei o desfile e a passagem dos reis extremamente profissional, acho que acreditária nessa lenda por uns bons anos.

Por fim, aqui não existe ceia de Natal no dia 24 de Dezembro. Existe um almoço no dia 25 de Dezembro e as crianças aguardam até o dia de reis para ganhar os presentes. Nesse dia, é feriado e também existe um outro almoço familiar com a famosa rosca do rei que é servido na sobremesa.

Já o meu Natal de 2016 foi completamente diferente. Decidi viajar e escolhi a dedo o destino: Alsácia. Considerada uma das regiões mais tradicionais de Natal na Europa.

Cheguei em Colmar no dia 24 de Dezembro, as feirinhas ainda estavam a todo vapor. A cidade não é muito grande e ela estava completamente tomada pelo clima natalino. Muitas barraquinhas montadas vendendo decoração e também possíveis presentes para a data, como produtos artesanais, sabonetes, velas, bonecas e ursos (feito a mão). Aqui sim eu encontrei coisas lindas, completamente diferente da feirinha que eu havia visitado em Barcelona.

E se em Barcelona o meu bolso agradeceu, em Colmar não posso dizer o mesmo. A grande maioria dos enfeites e adornos de árvore de Natal são feitos a mão, por isso os preços são mais elevados do que estamos acostumados. Mas são peças únicas e para aqueles que são apaixonados por esse tipo de decoração tenho certeza que será impossível resistir. 

O Natal na Europa, além de lindo e mágico pode ser também muito calórico. As feirinhas também contam com uma variedade enorme de barracas de comida. Que são verdadeiras perdições!

O fato de estar colada com a Alemanha, a gastronomia da Alsácia tem muita influência do país vizinho e por esse motivo as barraquinhas de comida servem cachorro quente com a famosa salsicha alemã, chucrute, pretzel entre outras delícias como pizza. 

O Torrone também é um doce tradicional no Natal na Europa. Começam a ser vendidos ao longo do mês de Dezembro, estão presentes nos mercadinhos de Natal, mas também estão presentes nas prateleiras dos mercados e vão direto para a mesa nos almoços comemorativos.

Pra que almoçar ou jantar em um lugar desse, não é mesmo? Pois foi exatamente isso que eu fiz, ou melhor não fiz! Me joguei nas barraquinhas todos os dias da viagem sem se preocupar em escolher um restaurante para cada refeição.

E para esquentar, a feirinha tinha vários lugares vendendo vinho quente (tinto e branco). Sinceramente fiz a festa e praticamente usei o vinho quente como um aquecedor (era uma atrás do outros para manter o corpo quente).

O Natal na europa é sempre aquecido com muito vinho quente e o que não falta por lá são barraquinhas com isso.
Colmar – França

Ainda que eu tenha dito que comi na feirinha todos os dias, eu menti! Fui apenas um dia dos 3 dias de viagem jantar em um restaurante. No dia 24 de Dezembro, como para nós brasileiros é cultural fazer a ceia de natal nesse dia resolvi que iria procurar um local para um jantar especial nesse dia. Duas semanas antes da data eu comecei a tentar fazer reserva, foi bem complicado encontrar um lugar com disponibilidade e com preço dentro do que eu queria pagar. Os menus sobem muito, muitos restaurantes não abrem nesse dia e os poucos que abrem lotam rapidamente.

Sinceramente eu não acho que tenha valido a pena o valor que eu paguei pelo jantar! Se estiver fazendo uma viagem de casal ou até mesmo com alguns amigos eu recomendaria muito alugar um apartamento e fazer algo em casa com produtos locais que você pode comprar na própria feirinha. Tenho certeza que será mais agradável, mais barato e mais familiar!

O Natal na Europa também tem barracas com queijos e embutidos
Colmar – França

Passei por mais duas cidades na Alsácia, que também estavam tendo feirinha, todas sempre no mesmo estilo, mas cada uma diferente da outra, já que muitos dos produtos são artesanais. Anota aí: Riquewihr e Estrasburgo.

O Natal na Europa acontecendo na cidade de Estrasburgo
Estrasburgo – França

Tudo isso foi muito mágico! Embora estivesse longe da família meu coração estava em festa de estar vivendo dias tão lindos. Sou uma eterna apaixonada pelo clima de Natal. Sabemos que o Natal na Europa é muito mais do que apenas esses dois exemplos mencionados, mas por enquanto só tive essas experiências. Mais um natal está chegando e em breve posso atualizar o post. 😉 Enquanto isso me conta, você já passou Natal na Europa? Como foi?

Como é o Natal na Europa? Salve esse post no Pinterest para ler mais tarde.

Como é passar o Natal na Europa? Experiências e culturas diferentes

2 comments

  1. Deve ser uma coisa muito louca, interessante, triste e alegre se inserir em outra cultura, principalmente quando, muitas vezes, temos que nos despir daquilo que nos é caro.
    Ou adaptar!
    Preciso dizer que AMEI o cagatió e seu ritual!!!!!!! Eu conheço o caganer, que acho que é a mesma coisa ou parecido ou derivativo. Rsrsrsrs
    Até compramos um quando visitamos a Catalunha e fica em nosso modesto presépio de Natal! Rsrsrs
    Adorei conhecer mais sobre o Natal na Catalunha… não tinha ideia! Curti as variações do Natal! Rsrsrs
    Como resistir as delícias da Alsácia. Eu não teria estrutura para negar nenhuma dessas gostosuras! Seria um Natal bem guloso!
    Nunca passei Natal na Europa por isso adorei saber como é!  bjus

    1. A Catalunha tem muito esse lance de “cagar” e o caganer é um deles também hahahaha meio maluco né? Mas é parecido sim, você comprou algum personagem? Acho tão divertido ver figuras públicas “cagando” rsrs parece que não tem mais o que inventar.

Deixe uma resposta