Noites Brancas de São Petersburgo

Alguma vez pensou em viajar para o maior país do mundo? A Rússia tem um tesouro incalculável chamado São Petersburgo, uma bela cidade cheia de história, arte, segredos e charme que no verão se enche de vida com os seus dias eternos e suas noites brancas. É linda o ano todo mas no verão fica ainda mais bonita.

Por estes dias esta acontecendo em São Petersburgo o maravilhoso fenômeno das “Noites Brancas”. É um evento natural que acontece no círculo polar ártico nas últimas semanas de junho e permite desfrutar de uma cidade jovem e alegre, que por uma vez no ano tem o clima perfeito.

Alguma vez sentiu que o dia era eterno e que a noite nunca chegava? Bom, pois em São Petersburgo, entre junho e julho, os dias são verdadeiramente eternos, mas isso não significa que sejam ruins, tudo pelo contrário, os dias mais longos nessa cidade parecem mágicos, você consegue sentir o quanto os locais são agradecidos ao verão poís o resto do ano a cidade é fria de romper ossos.

Rio Neva, São Petersburgo
Rio Neva, São Petersburgo

Por causa da proximidade da cidade com o Circulo Polar Ártico, no verão, o sol começa a descer as 10 da noite mas nunca se põe totalmente, e assim o pôr do sol dura o tempo suficiente até vir um novo amanhecer, a noite jamais chega e isso é motivo suficiente para pôr aquele lugar na sua lista de viagens. E é assim como as conhecidas “Noites Brancas” dão ao São Petersburgo uma vantagem incrível sobre qualquer outro destino turístico.

São Petersburgo, Russia
São Petersburgo, Russia

O verão de São Petersburgo não é só um espetáculo natural, mas sim uma festa para locais e turistas. Com temperaturas bastante agradáveis, música e festa, a Nevsky Prospect, rua principal do centro histórico, se enche de vida. As pessoas ficam na beira do rio Neva esperando as pontes se abrir pela metade, como nos filmes, para dar paço a cruzeiros e barquinhos que chegam desde o mar Báltico e que entram na cidade carregados de turistas ansiosos para assistir o espetáculo.

São Petersburgo, Russia
São Petersburgo, Russia

Mas conhecida como a Veneza do norte, São Petersburgo é uma cidade verdadeiramente linda, com muita história para contar, uma das primeiras cidades planejadas na história é o resultado do ambicioso projeto de Pedro o Grande em 1703. Embora muitas pessoas prefiram visitar jóias conhecidas como Paris ou Roma, a antiga capital russa não deixa nada a desejar, pois a sua beleza é bem mais variada e preservada com a rigidez dos russos, sem falar que é o lar do Hermitage, o segundo maior museu do mundo.

São Petersburgo, Rússia

Mas o espetáculo não é só depois das 10 da noite, você pode curtir a cidade desde cedo, tão extremamente rica em arquitetura, história e cultura. O passaporte com Pimenta ficou apaixonado por aquele destino e aqui preparou algumas dicas para você experienciar aquela preciosidade de uma cultura totalmente diferente da nossa.

Como chegar em São Petersburgo:

Avião: Você pode chegar a segunda maior cidade da Rússia diretamente, geralmente os vôos tem escalas em Madri ou  Moscou.

Trem: O transporte ferroviário é muito forte na Rússia, pelo qual a maioria de pessoas viajam de trem, podendo assim desfrutar de paisagens naturais. O tempo de trem desde Moscou são de 4 horas (o trem diurno) ou até 8 horas se viajar de noite. O valor do ticket varia de 3 mil a 8 mil rublos (50-130 dólares) dependendo da classe, o horário e o trem.

Navio:  Sim! você pode chegar em São Petersburgo, como parte de um cruzeiro pelo norte da Europa que geralmente passa pela Finlândia, Suécia e Estônia. Que chique né?

SAM_1573
Catedral Santo Isaac, São Petersburgo

Qual é a melhor data para viajar a São Petersburgo:

A melhor época sem dúvida alguma é no verão com preferência final de Junho para participar do espetáculo das noites brancas. As temperaturas variam entre 16 e 35 graus, o que significa um tempo perfeito para poder caminhar, navegar e desfrutar de uma cidade cheia de vida. Se pelo contrário você viaja no inverno, as paisagens urbanas enfeitadas de neve são lindas mas duvido que o frio polar e o rio congelado deixem curtir uma boa caminhada pela cidade.

Igreja de São Nicolau, São Petersburgo
Igreja de São Nicolau, São Petersburgo

Onde ficar em São Petersburgo:

Já que São Petersburgo é uma cidade para todos os gostos, tem também diferentes tipos de hospedagem, desde os mais ostentosos como o Belmond Grand Hotel Europe, ou com um orçamento apertado pode ficar em Casa Leto,  ou para uma viagem muito mais simples e definitivamente mais barata, o Location Hostel, um prédio gigante cheio de estrangeiros muito bem localizado com um ambiente tranquilo e seguro.

São Petersburgo, Rússia
São Petersburgo, Rússia

Como me comunico em São Petersburgo:

Pela sua história e sua proximidade com a Europa ocidental, São Petersburgo é uma cidade onde pode sobreviver se falar inglês. Mas não se confie muito pois os russos não gostam de falar inglês, e podem se aproveitar disso cobrando mais dinheiro ou enganando. Por isso é melhor aprender algumas palavrinhas chave, levar sempre com você um mapa e reconhecer todas aquelas grandes marcas escritas em alfabeto cirílico, como Mc Donals, Subway ou Starbucks. Pode também se preparar para falar o idioma das senhas e se acostumar com pessoas bravas que falam e falam um idioma que as vezes assusta.

São Petersburgo, Russia
São Petersburgo, Russia

Onde Comprar Souvenires:

A Nevsky Prospect é a rua com mais variedade para comprar lembrancinhas como Matrioskas ou ovinhos de Fabergé. Na entrada de Palácio Peterhov tem também bastantes feirinhas de artesanato, onde os preços podem ser muito melhore e se você se arriscar na linguagem de senhas pode ganhar um descontinho.

Matrioskas em São Petersburgo
Matrioskas em São Petersburgo

O que fazer em São Petersburgo:

São Petersburgo é uma cidade que mais que cidade parece um museu, em qualquer esquina você pode encontrar uma jóia da arquitetura ou uma obra de arte. Porem tem alguns pontos turísticos importantes que não podem faltar na sua viagem.

  • Museu Hermitage: Com obras de Da Vinci, Monet, Van Gogh e muitos mais, o Hermitage se converteu num dos maiores e mais completos museus do mundo. Tem quem fale que dedicando só um minuto para cada obra, levaria 11 anos para ver tudo, isso sem falar da sua perfeita arquitetura. Este lugar merece no mínimo um dia da sua viagem pois cada espaço conta a historia de uma Rússia poderosa, suntuosa e extravagante.
Untitled design (1)
Hermitage, São Petersburgo

O museu não é outra coisa que o conjunto das coleções dos czares da Rússia, tem peças de arte de todos os continentes e conta com mais de 3 milhões  de peças artísticas de todas as épocas. Mas você não precisa ser um fanático pela arte para se apaixonar por aquele lugar, todas as salas tem um ar diferente, cenários tão variados, que nem precisa contemplar uma peça. O museu esta decorado desde o chão ate o teto.

Escadaria de Jordão, Museu Hermitage.
Escadaria de Jordão, Museu Hermitage.

A entrada é liberada para estudantes, mas toda primeira quinta-feira de cada mês é grátis para todos. Mas se ficar difícil ir nesse dia e não tem cartão de estudante, você paga 600 rublas (uns 10 dólares). Pode comprar pela internet ou no mesmo lugar, mas chegue cedo, pois sempre está muito cheio e pode perder muito tempo nas filas.

  • Igreja do Sangue derramado: É aquela que você imagina quando escuta a palavra Rússia, com uma decoração única do estilo ortodoxo, se é linda por fora, imagine como ela é por dentro. Famosa pela quantidade de mosaicos, a igreja principal da cidade russa é a protagonista das fotos e dos cartões postais
São Petersburgo, Russia
São Petersburgo, Russia

 

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Interior da Igreja do Sangue Derramado, São Petersburgo

 

São Petersburgo, Russia
São Petersburgo, Russia
  • Fortaleza de Pedro e Paulo: Duas construções lindas que enfeitam a cidade pois podem ser vistas desde o outro lado do rio, a fortaleza é o lugar onde estão enterrados os corpos dos antigos czares russos.
Fortaleza de Pedro e Paulo, São Petersburgo
Fortaleza de São Pedro e São Paulo, São Petersburgo

 

Fortaleza de São Pedro e São Paulo
Fortaleza de São Pedro e São Paulo, São Petersburgo
  • Catedral de Nossa senhora de Kazã: Mais uma igreja linda, com uma arquitetura inspirada no Vaticano, uma baita construção de 96 colunas a Catedral é de suma importância para a fê dos locais. A entrada na catedral é liberada, porem mulheres devem levar um lenço para cobrir a cabeça em respeito a religião ortodoxa.
Catedral de Nossa Senhora de Kazan
Catedral de Nossa Senhora de Kazan
  • Teatro Mariinsky: O lugar perfeito para quem gosta de opera ou Ballet. É a casa de umas das companhias de Ballet mais famosas do mundo e foi o palco para bailarinas como Anna Pávlova. Vale muito a pena assistir uma peça ou ate visitar ele quando não tiver espetáculos.
    Teatro Mariinsky, São Petersburgo
    Teatro Mariinsky, São Petersburgo

     

  • Rio Neva: É impossível ir a São Petersburgo e não achar o rio Neva pois é praticamente o sangue que da vida a cidade. São 342 pontes que passam por cima do rio e você tem que ficar mais um pouquinho da meia noite até ver a abertura da ponte levadiça.
Rio Neva, São Petersburgo
Rio Neva, São Petersburgo
  • Palácio Peterhof: É tão maravilhoso quando o Hermitage. Fica numa cidade com o mesmo nome, um pouco longe do centro histórico da cidade (uns 30 kilometros). Para dar um charme ao destino você pode ir de barquinho, saindo desde o rio Neva e navegando pelo Golfo da Finlândia, mas também pode pegar um ônibus desde o centro histórico.
Palácio Peterhov, São Petersburgo
Palácio Peterhov, São Petersburgo

O palácio é daqueles lugares onde você fica pensando nas mãos que fizeram cada detalhe da decoração, e nas cabeças que idealizaram tudo. Como é possível tanta perfeição construída pelo homem. Por onde você estiver nesse Palácio vale a pena tirar fotos. Os jardins, as fontes de água, o interior do castelo, na beira do mar…tudo, é muita perfeição.

Palácio Peterhov

    Assim como o Centro Histórico, O Palácio Peterhov é obra de Pedro o Grande. É um destino que precisa de no mínimo um dia completo para poder visitar, pois é um castelo bastante especial, cheio de detalhes e cantinhos. A entrada é um pouco mais cara: Uns 500 rublos (8 dólares) apenas para a fonte e os jardins principais. Tem alguns espaços do castelo que se devem pagar aparte.

    Palacio Peterhov, São Petersburgo

     

     

    Deixe uma resposta