Gozo faz parte do arquipélago maltês, é a segunda maior ilha habitada do país. Entre templos megalíticos, cidades muradas, belíssimas paisagens naturais encontramos a irmã menor da Blue Window. Gozo é um destino que merece no mínimo um dia de passeio, se o objetivo da viagem for descansar e relaxar, talvez seja melhor fazer de Gozo a base da sua viagem. Caso contrário, um balsa de 30 minutos resolve todos os seus problemas.

O que fazer em Gozo
Blue Hole

Como se locomover em Gozo

Existem duas opções. A primeira delas é alugar um carro em Malta e atravessar com ele de ferry até Gozo, foi a minha escolha. A opção de alugar um carro me deu maior liberdade e com certeza me permitiu chegar a lugares que não seria possível de outra maneira. Vale lembrar que em Malta é mão inglesa, ou seja, não é tão simples dirigir por lá.

Mas se alugar um carro está fora de cogitação, acredito que a melhor opção seja o bom e velho e Hop-on Hop-off Gozo que oferece 14 paradas e você já pode dar início no passeio a partir da saída do ferry, no porto Magarr.

O que fazer em um dia em Gozo

Dwejra Bay

where to buy clomid over the counter Dwejra Bay foi a minha primeira parada. Uma das paisagens mais bonitas da ilha, aumentou significativamente a quantidade de turistas após ter sido cenário para a primeira temporada do Game Of Thrones. É neste pedacinho da ilha que antigamente encontrava-se a Azure Window, um arco natural de 28 metros de altura que veio abaixo em março de 2017 após fortes tempestades na ilha.

Mas engana-se quem pensa que o lugar perdeu a graça. buy antabuse Dwejra Bay ainda tem muita coisa bonita para ver e também vou te contar onde você pode encontrar outra Azure Window em Gozo.

Ao chegar no estacionamento de Dwejra Bay recomendo que caminhe sentido a praia, dependendo da maré você irá encontrar uma escadaria que foi (e está sendo) esculpida pelas águas do mar. Preste muita atenção nas placas e avalie se está seguro para caminhar por lá, se estiver, vá em busca da piscina natural, conhecida como Blue Hole, que de tão funda é o lugar preferido dos mergulhadores que adoram explorar e descer até a caverna que existe abaixo do nível do mar. Se no caso você não é um mergulhador, mas adora tranquilidade a piscina natural pode ser o lugar perfeito para você ficar boiando e relaxando. Para isso recomendo sapatilhas para chegar até lá, já que a borda desta piscina é toda natural, ou seja de pedra.

O que fazer em Gozo
Blue Hole

Se você não é do time do mergulho e nem dos que curtem boiar, recomendo então que ao invés de descer o caminho das pedras, suba. Assim você terá uma vista incrível da tal piscina natural. Fiquei com a última opção e não me arrependo.

Mas Dwejra Bay não é só isso, do lado oposto da praia você vai encontrar um paredão de  pedras douradas com uma pequena fenda que é de onde vem a água do mar e forma uma tranquila lagoa que serve de porto para os pescadores. A fenda é grande o suficiente para passar pequenas embarcações, barquinhos estes que fazem os passeios pelo alto mar e também pelas grutas azuis que existem em Gozo. A gruta azul mais conhecida da região está em Malta, mas te garanto que essa não deixa a desejar. Um passeio bem mais tranquilo, devido ao número menor de turistas.

Ta’ Pinu

Ta Pinu é o santuário nacional maltês da Virgem Maria, considerada a principal igreja da Ilha de Gozo e um importante centro de peregrinação. Localizada no alto de uma montanha, praticamente isolada, ao chegar perto é impossível passar batido.

O que fazer em Gozo
Ta Pinu

Era 1883, quando uma mulher da região ouviu a voz de Nossa Senhora na pequena capela que estava situada no mesmo local que hoje encontra-se o santuário, rapidamente o local se transformou em um centro de peregrinação e os visitantes começaram a encher o lugar.

Em 1920 o local foi ampliado para receber o grande número de peregrinos. Foi construído um altar monumental dedicado para Nossa Senhora, todo trabalhada na pedra maltesa.

Além do santuário na entrada do lugar existem dois murais de mármore, um de cada lado, com estátuas representando a via sacra e o caminho da cruz. Um trabalho lindíssimo que só ele já vale a visita ao local.

O que fazer em Gozo

Wied Il-Mielaħ

Se você achou que não era mais possível ver e se encantar com a Janela Azul ou Janela do mar, como preferir, em Gozo, você está muito enganado. Ainda existe uma opção um pouco menor que a anterior mas tão impressionante quanto.

O que fazer em Gozo
Wied Il-Mielaħ

Um pouco afastada dos principais pontos da cidade só é possível chegar de carro, ou bicicleta. É só colocar no GPS Wied Il-Mielaħ e seguir a rota.

Wied il-Għasri

Não muito longe do ponto anterior, paramos no Wied il-Għasr, uma pequena praia que também só é possível o acesso de carro, bicicleta ou uma caminhada, talvez.

Cercada por precipícios onde o mar abriu uma fenda e a natureza tratou de formar uma pequena praia bem pitoresca. O acesso até a praia se dá por uma estreita escadaria, da qual optei por não descer, meu intuito aqui era só namorar o lugar.

O que fazer em Gozo
Wied il-Għasr

Estacionei o carro e segui caminhando sobre o precipício, é tranquilo fazer isso. Escolhi um lugar qualquer e me sentei para apreciar a vista.

O que fazer em Gozo
Wied il-Għasr

A água de um azul impressionante e muito transparente, me deu visibilidade para o fundo do mar. Lá no fundo centenas de águas-viva e também a silhueta das pedras que formavam o precipício. Bem lá no final da fenda uma prainha linda e tranquila. Foi só amor por esse pedacinho de Gozo.

Tal-Mixta Cave

A Tal-Mixta Cave está na lista (top 10) das experiências inesquecíveis que eu tive na vida. Um lugar mágico e fascinante.

Infelizmente esse é mais um dos pontos que o acesso só é feito de carro. Ou você pode parar na praia Ramla Bay com o Hop on Hop off e caminhe por 30 minutos até a caverna.

Chegando lá aparentemente não tem nada, siga a única placa do lugar que indica onde está a caverna. Uma pequena entrada, alguns poucos degraus e uma das vistas mais surpreendentes da minha vida.

Vou deixar a foto falar por mim.

O que fazer em Gozo
Tal-Mixta Cave

Salinas

As salinas de Gozo tem mais de 350 anos, se você nunca viu uma e tem tempo na cidade eu recomendo o passeio. Caso contrário acho que o lugar é interessante, mas não imperdível.

O que fazer em Gozo
Salinas

A temporada de recolhida do sal ocorre entre maio e setembro. Hoje em dia o sal recolhido é utilizado apenas para uso local da ilha.

Se estiver no Hop on Hop Off é só descer na parada Marsalforn e perguntar a direção das salinas.

Vitoria

Vitória é a capital de Gozo, o nome da cidade foi uma homenagem para a Rainha Vitória no seu aniversário de 60 anos. O nome antigo é Rabat, nome que muitos locais ainda fazem questão de pronunciar. A principal cidade de Gozo, está localizada bem ao centro da ilha e assim como Mdina, em Malta esta também é uma cidade murada.

Por dentro da cidade murada já passaram os fenícios e também os romanos, se você leu a história de Malta já sabe todos os povos que passaram por essas terras. Além de muita história a cidade de Vitória tem uma vista espetacular de toda a ilha de Gozo, inclusive vista para o mar mediterrâneo.

Não sei se foi o calor a canseira ou a beleza natural que ofuscou a beleza da capital, mas Vitória foi a cidade que eu menos gostei. Deixei a cidade por último, já que eu tinha feito uma reserva para jantar por lá. Um pouco cansada e com muito calor dei uma volta pela cidade e não me encantei. Em Vitória, além da cidade murada Il-Kastell e a Catedral de Assunção a grande atração é sair caminhando em busca dos becos que fazem o charme da cidade.

O que fazer em Gozo
Catedral de Assunção

Jantei no Maldonado Bistro um restaurante, pequeno, aconchegante e italiano. Você vai se sentir dentro de uma caverna. Se busca por uma comida gostosa e acolhedora o Maldonado Bistrô pode ser uma boa pedida. Nada de espetacular, mas longe de ser ruim. Clima agradável e atendimento excelente.

Templos de Ggantija

Os templos de Ggantija são os templos megalíticos mais antigos de Malta (3.600 – 3.000 A.C) e também o maior deles. Além da parte histórica de lá também é possível ter uma excelente vista da parte sul da Ilha de Gozo.

Com tanta coisa para ver em Gozo eu acabei tirando os templos do meu roteiro, mas se você é fã de história, recomendo a visita. A Aline do blog Contando Destinos fez a visita o contou como são os Templos Megalíticos de Malta e Gozo.

Se você quer explorar a ilha de Gozo através do Hop on Hop off, compre aqui seu ticket. Caso você opte por seguir nosso roteiro de carro faça a cotação com as melhores companhias e tenha acesso aos melhores preços através da Rentcars – acesse aqui.

Como Chegar em Gozo

O que fazer em Gozo
Dwejra Bay

Não tem segredo, existem duas opções para chegar até Gozo.

Ferry boat: Se estiver por conta própria você deve seguir até o porto de Cirkewwa, em Malta, para pegar o ferry que segue para Gozo. Se estiver a pé tem que seguir até a cabine dos tickets para adquirir o seu e aguardar o sinal para entrar no barco.

Se for fazer a travessia de carro é só entrar na fila de carros e aguardar o sinal, o pagamento é feito só no retorno para Gozo.

Confira no Gozo Channel os horários e valores dos ferrys.

Outra opção é pegar algum passeio fechado desde de Malta. Desde já aviso, não recomendo passeios que dividam Gozo e Blue Lagoon no mesmo dia, sinceramente Gozo merece um dia inteiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.