Quando eu escolhi Portugal como destino das minhas próximas férias, o maior motivo era visitar uma grande amiga que estava morando lá. Confesso que de início e com um pouco de ignorância, as minhas expectativas eram baixas para esse pequeno país.

Claro que quando as expectativas são baixas, elas são mais fáceis de serem superadas. E foram! Não apenas por esse fato mencionado acima, e sim pelo fato de que Portugal é um país super rico no que se diz a história, alegre com sua abundância de prédios coloridos e nós brasileiros temos a quem puxar no quesito povo quente, que sabe receber. Os Portugueses são exatamente iguais ou seríamos nós iguais a eles ?

Ah, como eu poderia me esquecer! Além de boas recordações e excelentes fotos, eu trouxe comigo alguns quilinhos a mais, resultado do meu desejo de querer provar todos os doces portugueses.

Confira nosso infográfico da viagem

Portugal
Portugal

Carro

Atualmente eu moro na Espanha, o que facilitou muito o quesito carro. Resolvemos sair de Lleida (cidade onde eu moro), atravessar praticamente toda a Espanha e após 800 km chegamos no Porto

Mas a dica é que você faça a reserva pela internet antes mesmo de embarcar. Procure uma companhia de confiança como Hertz, Sixt, Europcar entre outras. Confesso que eu quando preciso sempre opto pela Sixt e nunca me arrependo.

Muito provável que você chegue por Lisboa ou Porto. Opte por pegar o carro só quando for sair da cidade. Ambas as cidades não precisam de carro para serem exploradas.

Roteiro

Nossa jornada começou no Porto, passamos 2 dias explorando a cidade mais colorida de Portugal e se você quiser saber todos os detalhes do nosso roteiro você pode conferir o nosso post: Nem só do Azul vivem os azulejos do Porto – Portugal

O Porto - Portugal
O Porto – Portugal

Hospedados no Porto dedicamos um dia para fazer um bate-volta até a região do Douro, uma das inúmeras regiões vinícolas do país. Talvez uma opção seja dormir em alguns dos vilarejos do Douro, como: Pinhão, Peso da Régua ou Lamego. Muitas das quintas (vinícolas) oferecem hospedagem e pode ser uma experiência e tanto. Aqui nesse post 50 tons de Outono – Região do Douro, eu conto como foi essa passagem por um dos lugares mais bonitos que eu encontrei em Portugal.

Valle do Douro - Portugal
Valle do Douro – Portugal

Saímos logo cedo do Porto com destino a Aveiro. Uma pequena e encantadora cidade que me remeteu as cidades cenográficas da novela das 6. Não ocupou mais do que meio período do meu dia, chegamos na cidade bem cedo, o que nos permitiu um dia intenso. Veneza está para a Itália, Aveiro está para Portugal foi o nosso post com todos os detalhes, seus canais e gôndolas no estilo mais português do que italiano.  

Aveiro
Aveiro – Portugal

Com meio dia ainda para ser explorado, seguimos viagem até Coimbra, onde passaríamos a noite. Chegamos por volta das 15:00, o que nos permitiu já conhecer um pedaço dessa antiga e importante cidade portuguesa. No dia seguinte, acordamos praticamente junto com o sol e  dedicamos mais uma manhã para conhecer o que faltava. LINK

Leia também: Por quê você tem que fazer uma Road Trip pela Califórnia

Pé na estrada e partimos para o próximo ponto que foi conhecer o Mosteiro de Batalha. Impressionante pelo tamanho e pela beleza, o templo religioso roubou cerca de 4 horas do nosso dia de uma maneira que nem vimos passar. Bem ali ao lado, corremos para pegar a última turma das 17:00 para conhecer a Gruta da Moeda que foi a minha surpresa e meu presente nesta viagem. Se você quer saber em detalhes sobre essas duas atrações, confira aqui: Do monocromático ao colorido – Monastério de Batalha – Portugal e O universo paralelo pela Gruta da Moeda – Portugal.

Road Trip pra mim é acordar cedo, assim que as lojas estavam abrindo em Óbidos, nós já estávamos por lá para desvendar os mistérios dessa cidade murada. Embora eu diga que ½ dia seja o ideal para explorar essa pequena vila portuguesa, eu mesma passei 2 horas por lá. E aqui você pode descobrir tudo que o vilarejo oferece Óbidos: a queridinha dos turistas!

Óbidos
Óbidos

A próxima parada foi em Sintra, que somando o meio dia desse mais o meio período do dia seguinte, somamos um dia inteiro na cidade. Aqui vale uma recomendação, a cidade está cheia de atrações bacanas, evite fazer só uma passagem por aqui e tente curtir a cidade por completo. Se quiser entender e saber o que tem pra fazer na cidade, leia o nosso post completo de Sintra

viajando sozinha
Palácio da Penha – Sintra – Portugal

Leia também: Road Trip pelo Sul do Chile

No dia seguinte, após dedicar a nossa manhã em Sintra, partimos em direção a Cabo da Roca e a Garganta do Diabo. No caminho, praticamente na saída de Sintra, paramos em uma praia que nos indicaram: a Praia da Azenhas do Mar, que valeu a pena pela vista linda do lugar, parada rápida para as fotos e pé na estrada.

Cascais e Estoril, cidades onde estão Cabo da Roca e a Garganta do Diabo ficam uma ao lado da outra e são charmosas e agradáveis para se passar um dia inteiro. Nós não paramos nas cidades, e seguimos viagem até Lisboa.

Chegamos em Lisboa nesse mesmo dia, já tarde da noite, deixamos para aproveitar no dia seguinte. Dedicamos 2 dias para conhecer a capital de Portugal: entre chuva,  sol, passeios e muita comida boa. Por isso, Lisboa foi uma viagem gastronômica e você pode conferir todas as nossas dica nesse post.

Lisboa
Torre de Belém – Lisboa

Enfim, a nossa última parada antes de voltar para a casa foi em Évora. A macabra cidade que conta com uma capela feita de ossos humanos, foi contada por nós aqui.

Portugal é pequeno, mas é muito incrível! Existem centenas de opções de passeios por esse país tão bonito, quer mais dicas? Que tal explorar a Ilha da Madeira, segue a dica do blog Fora de Casa.

Quem acompanha o blog, sabe que sou fã de uma road-trip, mas, para aqueles que preferem viagem de trem, saiba que também é uma opção dentro de Portugal.

Indico a querida Anna do blog Espiando pelo Mundo. Ela e o Léo adoram viajar de trem, e enquanto eu explorava as autopistas do país ela deslizava sobre os trilhos da terrinha, na categoria Portugal do Espiando ela dividiu muitas dicas com os leitores sobre: hotéis, trens, restaurantes e claro as lindas cidades portuguesas. Confira aqui todos os posts – Portugal, por: Espiando pelo Mundo  

Banner do Passaporte com Pimenta para o Booking

2 COMENTÁRIOS

  1. Adorei a matéria. Achei através do pinterest a imagem que você fez do seu roteiro. E a partir dela montei o meu, com algumas mudanças.
    Já to de passagens compradas, carro alugado e hotéis reservados nas principais cidades. Porém em outras não reservei ainda, estou deixando pra fazer isso só mesmo quando estiver na cidade. Corro o risco de não encontrar hospedagem? Como você fez com relação a isso? Deixou tudo já reservado antes ?

    • Olá Laiana, que legal =D Adoro saber que meu roteiro foi útil para os meus leitores!

      Eu reservei tudo com antecedência. Não sei quais são as cidades que você ainda não reservou e nem o período que você vai, mas cidades menores tem menos hotéis o que muitas vezes pode dificultar a sua procura de última hora e dependendo do período pode ser alta temporada (principalmente Julho e Agosto) que pode ser um outro fator que dificulte essa sua escolha. Como você vai estar de carro acredito que pode ser um pouco mais fácil, pois você pode tentar algo fora da cidade. Mas sinceramente? Já fiz algumas viagens nesse estilo e não recomendo, pois vai chegando o final do dia você já não consegue curtir tanto, pq já começa a procurar hotel e ficar preocupada se recebe resposta negativa! Eu já deixaria tudo reservado para você curtir com mais tranquilidade as suas férias.

      Caso você faça as suas reservas com antecedência, indico fazer pelo booking no banner disponível aqui na minha página, assim você me ajuda e não paga nada a mais por isso. 😉

      Boa viagem e estou à disposição para qualquer outra dúvida.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.