Os 5 templos religiosos mais incríveis que eu já visitei

Introdução do post sobre os 5 templos religiosos mais bonitos que eu já visitei

Antes de me mudar para a Europa eu tinha a impressão que a Europa era chata e velha! Não me atraia muito essas questões históricas (era do time: vou para o EUA fazer compras) Aiai… quantas viagens perdidas com essa mentalidade tão pequena! Antes tarde do que nunca. Me mudei para a Espanha, comecei a explorar loucamente tudo o que eu podia pelo velho continente. Agora sou completamente apaixonada pelos templos religiosos!

Com as incansáveis explorações, nasceu uma nova paixão – história da arte (tenho muito o que aprender, por enquanto só aprecio) e com isso comecei a me interessar pelas igrejas. Independente da minha religião esse tipo de passeio começou a me despertar profunda curiosidade.

Hoje, sou a chata da igreja e passear comigo pode ser um porre se você é do time: Aff, mais uma igreja? Sou a última a sair e gosto de caminhar lentamente (e sozinha) pelos templos que visito.

Templos religiosos é uma maneira de generalizar, sabemos que cada religião adota um ou mais termo específico. Mas, fui pesquisar e encontrei que o termo templo religioso é uma estrutura arquitetônica dedicada ao serviço religioso.

Pra quem até 2 anos atrás trocava um templo religioso por qualquer lojinha, a Maytê de hoje teve uma enorme dificuldade de escolher apenas 5. Vou falar das minhas 5 experiências mais incríveis e surpreendentes e no final do post passarei mais alguns links para aqueles que quiserem explorar um pouco mais o tema.

Esse post faz parte de uma blogagem coletiva onde o tema escolhido foi: Templos Religiosos. A nossa blogagem coletiva acontece todo final de mês e quem participa sou eu, mais a Ana do blog Espiando pelo Mundo, a Klécia do blog Fui Ser Viajante, e a Juliana do blog Turistando.in

Esse mês convidamos mais quatro blogueiros para participar da brincadeira. São eles: Dayana: LolePocket , Itamar: De Mochila e Caneca, Ruthia: O Berço do Mundo e Tissiana: Rodas nos pés.

1.Mesquita de Abu-Dhabi

Uma parte do exterior da Mesquita de Al Zayed em Abu-Dhabi
Mesquita de Al Zayed em Abu-Dhabi

Não poderia ser diferente, a Mesquita de Al Zayed em Abu-Dhabi tinha que estar por primeiro na minha lista. Por muito tempo eu sonhei em conhecer esse templo religioso e foi emocionante visitar esse lugar que me fez perder o fôlego.

Inspirada no Taj Mahal, a Mesquita de Abu-Dhabi foi construída a pedido do xeique da cidade, Al Zayed, que infelizmente não chegou a ver esse magnífico lugar pronto. Além da sua beleza singular o espaço está repleto de mensagens e simbologias que indico muito pegar um guia ou mesmo o audioguia (em português) para explorar cada pedacinho do local.

Em um momento que estamos precisando de mais amor e respeito pelo próximo, a mesquita teve como premissa na sua construção a união dos povos e conseguimos visualizar isso através dos belíssimos mosaicos coloridos que foram feitos com pedras do mundo inteiro. O Brasil é representado por uma pedra de tonalidade azul.

O interior da Mesquita de Al Zayed na cidade de Abu-Dhabi
Mesquita de Al Zayed em Abu-Dhabi

Antes mesmo de entrar você irá ouvir um canto, que na verdade é uma reza. Acontece 24 horas por dia, 365 dias por ano. Isso mesmo, não para, a reza acontece em um local fechado, onde encontra-se o corpo do xeique Al Zayede.

Se você quer saber mais e entender melhor sobre esse incrível templo religioso, veja o post que preparamos exclusivo para a Mesquita – Leia Aqui

2. Sagrada Família

A fachada da Sagrada Família em Barcelona
Sagrada Família – Barcelona

A Sagrada Família dispensa apresentações, uma das igrejas mais conhecidas do mundo, seja pela sua arquitetura um tanto quanto diferente ou pelo seu longo tempo de construção. Iniciada em 1884, tem previsão de ser concluída em 2026, quando completará o centenário de morte de Gaudí. O principal arquiteto dessa obra magnífica.

Com um estilo único e pessoal, Gaudí trouxe a natureza para dentro desse templo religioso. Colunas em formas de troncos de árvores, os inúmeros vitrais estão distribuídos para que a luz natural ilumine o local e as cores azul e amarelo também são propositais para remeter ao céu e sol.

Sempre digo que independente da religião, todos os que visitam Barcelona deveriam passar pela Sagrada Família. O seu interior é único! Um templo católico e por isso existe muita simbologia para essa religião, mas sua arquitetura impressionante é digna de admiração independente de qualquer coisa.

O interior da Sagrada Família em Barcelona
Sagrada Família – Barcelona

É a atração principal de Barcelona e por esse motivo recomendo que compre com antecedência o seu ticket (compre aqui). Assim você pode agendar o horário da sua visita e se programar melhor para o passeio. 

3.Catedral de Burgo

Um pedaço do exterior da Catedral de Burgos.
Catedral de Burgos

Inspirada na Notre Dame, a Catedral de Burgos, não poderia ficar de fora dessa minha seleta lista. Localizada na Espanha, no meio do Caminho de Santiago, essa foi a minha última paixão. As lembranças do caminhar pelos corredores e contemplação de cada uma das capelas laterais ainda se encontram vivas dentro de mim.

Sua construção teve início no ano de 1221 e em 1615 foi local da celebração do casamento entre Felipe IV de España e Isabel de Borbón, figuras importantes para a história do país.

Internamente, além de enorme e um pé direito altíssimo, ela é toda minimalista. Com uma luminosidade natural, as suas paredes brancas refletem e deixam o local muito bem iluminado para que a gente possa admirar cada um dos detalhes que estão presentes em todos os cantos desse templo.

O interior da Catedral de Burgos
Catedral de Burgos

E se você não se der por satisfeito de admirar ela por dentro, siga até o mirante da cidade de Burgos. Não preciso nem dizer que será muito fácil encontrá-la, né?

Se você quer saber mais sobre como foi o meu passeio pela Catedral e também pela cidade, te convido a ler meu relato completo sobre Burgos – clique aqui

4.Igreja de São Francisco

O interior da Igreja de São Francisco na cidade do Porto em Portugal
Igreja de São Francisco – Porto

A Igreja de São Francisco localizada na cidade do Porto, em Portugal, foi uma grata surpresa. Sem muita divulgação ou lotação de turista, essa igreja é pouco falada mas dentre todas que eu visitei em Portugal, essa foi a mais bonita.

Embora quase todas as igrejas de Portugal levem um pedacinho do Brasil, seja no ouro ou na madeira, essa me impressionou. Vai de 400 a 600 quilos de ouro e hoje estima-se que sobrou aproximadamente ⅓, dá pra acreditar?

Diferente de todas as outras mencionadas aqui, essa é muito muito escura e enxergamos praticamente o dourado do ouro e as talhas de madeira em um marrom muito escuro. Talvez, essa seja mais próxima da nossa realidade, com relação as igrejas do Brasil, mas em uma versão muito mais rica. =D

O interior da Igreja de São Francisco na cidade do Porto em Portugal
Igreja de São Francisco – Porto

Se ficou curioso, confira aqui nosso post da cidade do Porto, com essa e muitas outras igrejas portuguesas.

5.Igrejas de Sófia

Quando eu penso em Templos Religiosos, é inevitável não lembrar da minha breve passagem por um país tão complexo, a Bulgária. Complexo pela rica história e mistura de tantas culturas e o mais impressionante, o respeito pelos povos. Impressionante, porque hoje é tão difícil ver respeito ao próximo.

Mas não poderia escolher um único templo de Sófia, a cidade está repleta deles e cada um de uma religião diferente e uma ao lado da outra, esse é o ponto mais curioso.

Igreja católica, ortodoxa, mesquita e sinagoga e pra quem acha que o passeio é uma chatice, está muito enganado. O passeio é incrível! Contei tudo sobre essa cidade (história e templos religiosos) aqui nesse post.

Eu disse que teria bônus. =D

Aqui vou indicar algumas das igrejas que já me surpreenderam aqui na Europa.

Saint Emilion, França – Igreja Monolítica, escavada em uma única pedra. São 12 metros de altura, que foram construído de cima para baixo, com 38 metros de largura.

Albi, França – Catedral de Albi é considerada a maior catedral do mundo construída com tijolos e dentro ela era incrivelmente linda.

Segóvia, Espanha – Catedral de Segóvia, tão alta e clara quanto a Catedral de Burgos, com menos detalhes, mas sem perder a sua preciosidade.

Montserrat, Catalunha – O Monastério de Montserrat está coladinho em Barcelona, antes mesmo de chegar no local a vista já vale a pena. Já lá dentro, talvez você dê sorte de ouvir o coral infantil mais antigo da Europa. É só acompanhar a programação. 😉

Somos 8 blogueiros apaixonados pelo mundo e com sede de explorar cada canto do planeta. Cada um com o seu olhar e com o seu perfil de viajante, mas a paixão pela descoberta é a mesma.

Esse post faz parte de uma blogagem coletiva sobre templos religiosos, confira as sugestões dos meus colegas blogueiros.

De Mochila e Caneca: 5 Igrejas para conhecer na Rússia

Espiando pelo Mundo: Templos Religiosos pelo Mundo

Fui Ser Viajante: 5 igrejas incríveis para visitar no Rio de Janeiro

LolePocket: Templos na Tailândia impossíveis de ignorar (você vai querer vir mesmo)

O Berço do Mundo: 5 templos religiosos para recuperar a fé

Rodas nos Pés: Cinco templos religiosos para “se perder” e “se encontrar”!

Turistando.in: As 5 igrejas mais fantásticas de Roma

 

7 comments

  1. Oi Maytê! Que post bacana! Eu também não deixo a “Sagrada Família” fora da minha lista! A igreja mais incrível que eu conheço! Se eu for mil vezes a Barcelona, mil vezes visitarei a Sagrada Família! As outras igrejas da sua lista eu não conheço! Estou pensando em retornar à Espanha nos próximos anos e que bom, já tenho algumas igrejas para incluir na minha lista! Abraços!!!

  2. Sua lista tá difícil de superar em grandeza quando se fala em templos religiosos pelo mundo, einh Mayte? Você foi certeira nas igrejas mais impressionantes, magnificas e clássicas do mundo!
    Já me encantei com a Mesquita de Abu-Dhabi uma vez aqui no PCP, e era capaz de que ela ia estar na sua lista. Não errei e me emocionei de novo!
    A sagrada familia é um dos meus sonhos! Imagino que com certeza vou derramar lagrimas e suspiros ao ver essa obra de arte em forma de igreja ao vivo!
    As outras igrejas de Sofia, Burgos e do Porto eu também quero conhecer, porque se é indicação do PCP com certeza é uma coisa linda de viver! 🙂

  3. Oi Maytê… que delícia saber que agora o velho, o antigo e a arte te atraem e te encantam. Não à toa, o Passaporte está cada vez mais bonito e sensível.

    Sua lista começa com uma preciosidade de tirar o fôlego de qualquer ser mortal com juízo! A Mesquita de Abu-Dhabi é incrivelmente bonita. De uma maneira superlativa e incomum!

    A simbologia de união dos povos aumenta ainda mais sua beleza.

    De toda a lista eu só conheço a Sagrada Família e foi um amor intenso, imenso, irreversível e arrebatador quando me vi em meio a esta magnífica obra do gênio Gaudí! Não há como não amar este templo!

    A Catedral de Burgos me fez desejar muito vê-la ao vivo! Deve ser uma lindeza sem tamanho!

    Ah! A Igreja de São Francisco do Porto. A namorei muito e muitas vezes por fora, mas ela nunca se abriu para mim. Que interessante o contraste de sua fachada, mais sóbria com seu interior exuberante, feito com ouro brasuca!

    Acho que nem preciso dizer que Sofia é um sonho antigo, mas visitar a Bulgária se tornou um desejo ardente depois que o Passaporte aportou por lá e contou o que viu e o que fez. Foi impossível para mim não desejar seguir seus passos.

    Como não adorar esta lista que ainda tem bônus?! beijocas

    1. Pois é Ana, não tinha como começar essa lista com outro lugar que não a Mesquita! =D

      Quando a gente aprende a apreciar, até os lugares mais simples se tornam bonitos não é mesmo? Compreende esse amor pelo Sagrada Família, pq ela tem esse poder mesmo.

      Obrigada pelo carinho e pelo comentário 😉

Deixe uma resposta